Após ter defendido a Inglaterra, atacante é liberado para seleção marfinense

Da EFE, em Londres

  • AFP PHOTO/JONATHAN NACKSTRAND

    Zaha nasceu na Costa do Marfim, mas se mudou com a família para a Inglaterra ao 4 anos

    Zaha nasceu na Costa do Marfim, mas se mudou com a família para a Inglaterra ao 4 anos

O atacante Wilfried Zaha, que já foi convocado pela seleção inglesa duas vezes, recebeu nesta segunda-feira o sinal verde da Fifa para começar a defender Costa do Marfim.

Zaha, de 24 anos, nasceu em Abidjan, mas se mudou junto com a família para a Inglaterra aos quatro anos e foi formado nas categorias do Crystal Palace, equipe do sul de Londres pela qual ele joga atualmente.

O atacante, que pode ser escalado tanto na esquerda quanto na direita, vestiu a camisa da seleção inglesa duas vezes, em partidas amistosas contra Suécia, em novembro de 2012, e Escócia, em agosto de 2013.

No entanto, Zaha não voltou a ser selecionado desde então, o que o levou a ouvir e aceitar a proposta da Federação Marfinense de Futebol (FIF).

"O anglo-marfinense Wilfried Zaha decidiu jogar pelos 'Elefantes', com as cores de Costa do Marfim, seu país de origem. O jogador enviou uma carta à Fifa para mudar sua equipe de representação", informou a FIF através de um comunicado.

Assim, o jogador, que tem passagem pelo Manchester United, poderá disputar a Copa Africana de Nações de 2017, que começa no dia 14 de janeiro no Gabão.

UOL Cursos Online

Todos os cursos