Topo

Esporte

Nacional de Medellín lamenta tragédia com avião da Chapecoense

29/11/2016 07h04

Bogotá, 29 nov (EFE).- O Nacional de Medellín-COL lamentou nesta terça-feira o acidente sofrido pelo avião da companhia Lamia que transportava 81 pessoas, entre elas a delegação da Chapecoense, que seria sua adversária na quarta-feira, em Medellín, na primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana.

"O Nacional lamenta profundamente e se solidariza com @chapecoensereal pelo acidente ocorrido e espera informações das autoridades", afirmou a equipe colombiana em sua conta no Twitter.

O clube catarinense disputaria contra os colombianos sua primeira final de uma competição continental.

A Aeronáutica Civil da Colômbia (Aerocivil) confirmou que 81 pessoas seguiam no avião que transportava a Chapecoense e que se acidentou na noite da segunda-feira, quando se aproximava do Aeroporto Internacional José María Córdova, em Medellín, e que algumas delas sobreviveram com ferimentos.

O acidente aconteceu nas proximidades de Cerro Gordo, no departamento de Antioquia, onde está localizado o aeroporto.

O presidente do Nacional de Medellín, Juan Carlos de la Cuesta, disse em entrevistas para rádios locais que seguirá para o local do acidente e lamentou a tragédia.

Também através do Twitter, o Independiente Medellín se manifestou dizendo que "todas as orações" da equipe e de sua torcida estão com a Chapecoense.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte