Esporte

Federação Internacional de Atletismo mantém suspensão da Rússia

AP/Alexander Zemlianichenko
Imagem: AP/Alexander Zemlianichenko

01/12/2016 17h24

O Conselho Diretor da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) manteve nesta quinta-feira (01) a suspensão da Rússia de todas as competições internacionais da modalidade, mas decidiu permitir que atletas do país participem individualmente das provas caso se submetam a exames antidoping.

O presidente da IAAF, Sebastian Coe, confirmou que a equipe russa não poderá participar do Campeonato Europeu Indoor que será realizado em Belgrado em fevereiro do próximo ano.

"Não estamos satisfeitos com as mudanças que foram feitas até agora na Rússia, e me refiro a mudanças na prática, não a opiniões", disse o presidente após a reunião do Conselho Diretor.

Rune Andersen, que dirige a comissão de acompanhamento dos requisitos para a reabilitação da Rússia, apresentou hoje ao conselho um relatório segundo o qual afirma que não foram cumpridas todas as condições para o retorno do atletismo russo às competições.

"Uma das condições-chave que falta ser cumprida é mostrar que a IAAF e a Agência Russa Antidoping (Rusada) poderão, assim que ocorrer a reabilitação, realizar um programa de controles sem interferências externas", destacou Andersen.

O autor do relatório disse que em janeiro viajará para Moscou para examinar, mais uma vez, as condições. Então, apresentará um novo documento na reunião de fevereiro do conselho. "Só então poderíamos traçar um roteiro para a reabilitação da Rússia", disse.

Coe reiterou a intenção de promover na IAAF reformas necessárias para prevenir "histórias grotescas" como as que a entidade teve que lidar nos últimos dias.

"Essa é uma semana muito importante na história de nosso esporte. É um momento para sermos audazes, não tímidos. Temos que dar mais vozes aos atletas e reforçar a presença das mulheres nos cargos de responsabilidade", defendeu o presidente da IAAF.

Quanto ao doping, Coe destacou que não é só uma questão de fiscalização. É preciso investir para na qualidade do processo e para que eles também sejam mais rápidos. Além disso, o dirigente defendeu a responsabilidade das federações internacionais no assunto seja repassada a um órgão internacional independente.

Coe explicou que todas as denúncias apresentadas recentemente sob práticas de doping e corrupção estão sendo investigadas. Além disso, disse que uma possível retirada da presidência honorária de seu antecessor, Lamine Diack, só irá ocorrer quando o processo judicial em andamento contra o ex-dirigente for concluído.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo