Esporte

Levir Culpi se oferece para trabalhar de graça na Chapecoense

06/12/2016 12h37

Redação Central, 6 dez (EFE).- O técnico Levir Culpi se ofereceu nesta terça-feira para trabalhar na Chapecoense, depois da tragédia ocorrida pouco antes da primeira partida da final da Copa Sul-Americana, em que a equipe encararia o Atlético Nacional, em Medellín.

"Ontem pela manhã acordei decidido a oferecer meu trabalho de forma voluntária à Chapecoense até o final do Campeonato Estadual em maio", escreveu o profissional paranaense, de 63 anos, em seu perfil no Twitter.

Levir Culpi está atualmente sem clube, depois de ter sido demitido do Fluminense, na reta final do Campeonato Brasileiro.

"Nesse momento de consternação, ofereço apenas uma mão e me coloco à disposição. Porém, essa é uma escolha que cabe ao Clube, ao seu tempo", completou o treinador.

O paranaense tem experiência no futebol catarinense, embora nunca tenha passado pela Chapecoense. Em 1992, comandou o Criciúma na Taça Libertadores, competição que o Verdão do Oeste disputará em 2017, devido o título da Sul-Americana, confirmado ontem pela Conmebol.

Como jogador, Levir atuou no Figueirense, e como técnico, ainda trabalhou no Marcílio Dias, no início da carreira.

Na madrugada da última terça-feira, a aeronave que levava a delegação da Chapecoense, do modelo Avro Regional RJ85, de fabricação britânica e propriedade da companhia boliviana Lamia, tinha 77 pessoas a bordo quando caiu perto da montanha El Gordo, na cidade de La Unión, no departamento (estado) de Antioquia, no noroeste da Colômbia.

Ao todo, 19 jogadores que participaram da final da Sul-Americana morreram, além do técnico Caio Júnior. Apenas o goleiro Follmann, o zagueiro Neto e o lateral-esquerdo Alan Ruschel conseguiram sobreviver, junto com o locutor Rafael Henzel, da rádio Oeste Capital e dois bolivianos membros da tripulação EFE

ass/bg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo