Esporte

Após casos de doping, medalhas olímpicas não serão herdadas automaticamente

08/12/2016 12h29

Madri, 8 dez (EFE).- A redistribuição das medalhas olímpicas, após a desclassificação por doping dos medalhistas originais, "não é automática" e o Comitê Olímpico Internacional (COI) decidirá quais medidas irá tomar "caso a caso".

O COI lembrou em comunicado que, apesar da suspensão de 88 atletas após reexaminarem mostras armazenadas desde os Jogos de Pequim 2008 e Londres 2012, a desclassificação de medalhistas não implicará um rearranjo instantâneo dos lugares no pódio.

"A redistribuição de medalhas não é automática e será decidida pelo COI caso a caso. Se o COI decidir entregar novas medalhas, isso só será feito após se esgotarem todos os recursos e se encerrarem todos os procedimentos", indicou o COI em comunicado.

"Nesse caso", acrescenta a nota, "o COI informará o respectivo comitê olímpico nacional, que notificará o atleta que herdaria uma medalha".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo