Esporte

Piqué diz que atletas do Barça se sentem atacados por parte da imprensa

Reuters / Albert Gea
Zagueiro Piqué tem mais de 13 milhões de seguidores no Twitter Imagem: Reuters / Albert Gea

Da EFE, em Barcelona (Espanha)

12/12/2016 15h22

O zagueiro Gerard Piqué criticou nesta segunda-feira parte da imprensa espanhola e afirmou que os jogadores do Barcelona se sentiram "atacados" por alguns profissionais que "não se dedicam a fazer jornalismo esportivo".

Em entrevista concedida à revista "Panenka", Piqué disse que o jornalismo hoje dá prioridade ao imediatismo em vez do rigor ou da verdade, o que obrigou os clubes a se blindarem.

"Sei que há jornalistas que fazem as coisas certas e trabalham com boa fé", indicou Piqué, comentando as difíceis relações entre atletas e jornalistas, mas ressaltando que elas devem se manter já que grande parte dos torcedores consome a imprensa tradicional.

O zagueiro do Barcelona, que conta com 13,8 milhões de seguidores no Twitter, defendeu, porém, uma interação direta ente os jogadores e os torcedores pelas redes sociais. Ele próprio destacou que alguns atletas são mais seguidos que os próprios veículos de comunicação.

"Eles estão mais perto do que nunca do jogador, graças às novas tecnologias, como o 'Facebook Live' e 'Periscope'. As redes sociais são um fenômeno imparável e estão totalmente incorporadas nas vidas dos jogadores. É uma nova forma de se comunicar com os jogadores e os famosos de maneira geral", disse Piqué.

Piqué reconheceu que não lê a imprensa esportiva e que todas as informações que consome chegam a ele através do Twitter e de alguns sites mais especializados na internet. Além disso, disse que alguns atletas não gostam de conversar com os jornalistas e que o fato de poder enviar mensagens exclusivamente por meio das redes sociais é "muito mais cômodo".

Sobre seus tweets, algumas vezes com mensagens polêmicas, o jogador falou que nunca se autocensura na hora de publicá-los. "O que dirão me importa cada vez menos", frisou.

"Enquanto não se falte o respeito nem se insulte ninguém, estamos aqui para aproveitar e o futebol é um esporte para isso", avaliou o zagueiro sobre suas publicações em referência aos rivais.

Piqué também falou o papel dos clubes na relação com a imprensa. Para o zagueiro, as equipes buscam "potencializar sua marca", assim como fazem os próprios veículos e os jogadores.

Sobre o anúncio do Barcelona de proibir os jogadores de falar com jornalistas críticos ao clube, que acabou não se concretizando posteriormente, o zagueiro falou que o elenco "não teve ciência de todo o assunto".

Quer receber notícias de futebol internacional de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo