Esporte

Roma enfrenta Juventus para diminuir vantagem e colar na ponta do Italiano

16/12/2016 09h07

Roma, 16 dez (EFE).- A Roma viaja até Turim para enfrentar a Juventus neste sábado e tentar diminuir a vantagem de quatro pontos da líder do Campeonato Italiano, enquanto o Milan, terceiro colocado, entra em campo antes do clássico, em San Siro, contra a surpreendente Atalanta, visando encostar na briga pelo título.

Os dois líderes chegam do dérbi empolgados por vitórias em outros clássicos. Na última rodada, a 'Velha Senhora' bateu o Torino, por 3 a 1. Já os 'giallorossi' vêm de dois triunfos consecutivos sobre grandes rivais - Milan, em confronto direto, e Lazio.

Para encostar na liderança da tabela, porém, a Roma terá que superar um tabu. Em cinco jogos disputados no Juventus Stadium, os donos da casa venceram todos. Além disso, há uma grande diferença de gols. Enquanto a 'Velha Senhora' balançou a rede em 15 oportunidades nesses confrontos, a Roma marcou apenas três vezes.

A grande aposta do técnico Luciano Spalletti para superar esse "déficit" é o atacante Edin Dzeko, artilheiro do torneio ao lado de Mauro Icardi, da Inter de Milão, com 12 gols. Além dele, o treinador conta com jogadores do meio-campo, especialmente dois deles. Diego Perotti, um dos destaques do time na temporada, e Radja Nainggolan, que marcou nos jogos contra Milan e Lazio.

Em entrevista antes do jogo, Perotti afirmou que os jogadores da Roma precisam dar o máximo para bater a Juventus fora de casa. "Eles são maduros. Vencem o tipo de partida que nós perdemos pontos. Essa tem sido a diferença até agora", comentou o jogador argentino.

O veterano e capitão da Juventus, Gianluigi Buffon, porém, acredita que a Roma, desta vez, tem chances reais de ameaçar um novo título do clube de Turim. "Eles têm sido fortes e muito competitivos ao longo dos últimos anos. Agora, eles têm um grande treinador, alguns jogadores fantásticos e ganharam experiência. Não há nada que possa impedir que eles tentem levar o título", afirmou o goleiro.

Fora a importância do clássico, a partida também marca o reencontro do meia-atacante Miralem Pjanic com o ex-time. Contratado a peso de ouro pela Juventus no início da temporada, o sérvio, ídolo da Roma, deixou o time da capital afirmando que gostaria de vencer, o que irritou ainda mais os torcedores 'giallorossi'. Perotti aproveitou a declaração para alfinetar e jogar mais fogo no duelo.

"Ele não ganhou nada ainda. Nós também podemos ter sucesso, estamos logo atrás deles. Eu acho que temos um grande elenco e podemos ganhar algo, seja o Italiano, a Liga Europa ou a Copa Itália", afirmou o meia-atacante da Roma.

Os dois times têm problemas para a partida. Enquanto o técnico da Juventus, Massimiliano Allegri, não poderá contar com o zagueiro Leonardo Bonucci e o brasileiro Daniel Alves, Spalletti também terá problemas para escolher um lateral-direito para o clássico.

O brasileiro Bruno Peres sentiu um problema na partida contra o Milan e não deve ter condições de jogar. Os médicos da Roma descartaram um problema mais sério no tornozelo esquerdo do jogador, mas é provável que Spalletti tenha que improvisar. Sem também poder contar com Alessandro Florenzi, a opção é improvisar o zagueiro Antonio Rüdiger, mais veloz que os companheiros, na posição.

O time mais interessado no resultado do clássico é o Milan, terceiro colocado no torneio a sete pontos da Juventus. Mas, antes de torcer para um empate entre os dois concorrentes ao título, os comandados de Vicenzo Montella precisam fazer o dever de casa e vencer a Atalanta, na sexta posição no torneio, em San Siro.

Para o duelo, Montella pode ter dois importantes desfalques. O atacante Carlos Bacca e o meia Giacomo Bonaventura, ambos titulares do time, treinaram separados do grupo na quinta-feira e ainda são dúvida para a partida. A ausência de Bacca pode abrir espaço para o brasileiro Luiz Adriano, pouco aproveitado na temporada, mas a tendência é que o técnico opte por escalar Gianluca Lapadula.

O Napoli, que segue se recuperando na tabela e já ocupa a quarta posição, também viaja até Turim para enfrentar o Torino no domingo. A Lazio, quinta colocada, tem jogo difícil no Estádio Olímpico contra a Fiorentina, que ocupa a sétima colocada.

Já a Inter de Milão tentará romper um tabu no Città del Tricolore, também no domingo, contra a Sassuolo. Nas últimas quatro partidas, os donos da casa venceram os "nerazzurri", que estão apenas na nona colocação e buscam entrar na briga por vagas nas competições europeias da próxima temporada.



Programação da 17ª rodada do Campeonato Italiano:.

Sábado.

Empoli - Cagliari.

Milan - Atalanta.

Juventus - Roma.

Domingo.

Sassuolo - Inter de Milão.

Chievo - Sampdoria.

Napoli - Torino.

Pescara - Bologna.

Udinese - Crotone.

Genoa - Palermo.

Lazio - Fiorentina.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo