Esporte

Loco Abreu admite que "vontade de voltar ao Rio" facilitou acerto com Bangu

29/12/2016 00h53

Rio de Janeiro, 29 dez (EFE).- O atacante uruguaio Loco Abreu, que participou e marcou gol no Jogo das Estrelas, disputado no Maracanã, na noite desta quarta-feira, admitiu que o acerto com o Bangu foi motivado pelo desejo de atuar mais uma vez no Rio de Janeiro.

"Eu estou muito feliz. Estava com muita vontade de voltar ao Rio. Agradeço a diretoria do Bangu, que, nessa caminhada nova, em que querem reconstruir um clube de muita tradição, acharam que eu sou uma pessoa importante dentro de campo. É uma honra", disse o ex-jogador do Botafogo.

Abreu, que acaba de ser o destaque na conquista do título do Torneio Apertura do Campeonato Salvadorenho, pelo Santa Tecla, não mostrou preocupação, sequer, com o calor de Bangu, bairro que registra algumas das maiores temperaturas da capital fluminense.

"Vamos curtir o campeonato, vamos experimentar esse calor de Bangu. Se você for lá no estádio, vai ver que o gramado foi trocado, está um tapete. Eles estão projetando coisas boas, então, tomara que dentro de campo o time possa ajudar", garantiu o uruguaio.

O atacante, que defendeu o Botafogo entre 2010 e 2012, se tornando o segundo maior artilheiro estrangeiro do clube, confessou que não vê a hora de reencontrar a antiga equipe no Campeonato Carioca, em que os dois times já estão pré-classificados para a segunda fase.

"Vou sentir algo muito grande, não tem como não sentir isso. Mas, independente de fazer gol ou não, ganhar ou perder, o carinho e o amor estão por cima disso tudo, vai ficar não só por 90 minutos, mas pela vida toda", disse Abreu.

Bangu e Botafogo tem um jogo programado para o dia 26 de março, pela quarta rodada da Taça Rio, em que os rivais dos grupos B e C se cruzam. A partida está marcada para acontecer no estádio Moça Bonita, mas o atacante admite estar torcendo para que outro duelo acontece, em alguma das fases decisivas dos turnos ou do campeonato, para atuar mais uma vez na casa do Alvinegro.

"Jogar no Nílton Santos vai ser um momento de muita felicidade. Vou estar na minha casa, com minha gente, voltando ao estádio em que eu sou o maior artilheiro. É muita coisa boa, além do que, vamos ter 90 minutos em que brigaremos para poder ganhar", afirmou.

Abreu ainda aproveitou para elogiar o clube de General Severiano, especialmente, pela decisão de efetivar Jair Ventura, filho do ídolo alvinegro Jairzinho, como técnico da equipe principal, além de sua manutenção na função para 2017.

"A diretoria foi muito bem em dar oportunidade ao Jair. É um cara bem preparado, é filho de um craque muito grande na história do Botafogo. Ele foi muito bem, encaixou o time, deu uma arrancada que ninguém acreditava. Agora, a gente está feliz com essa possibilidade de o Botafogo estar na Libertadores", avaliou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo