Topo

Esporte

Cesare Prandelli pede demissão do Valencia após 10 jogos

30/12/2016 16h09

Valência (Espanha), 30 dez (EFE).- O italiano Cesare Prandelli pediu demissão nesta sexta-feira da função de técnico do Valencia, conforme divulgou o próprio clube, apenas 17º colocado no Campeonato Espanhol, com a mesma pontuação do primeiro time na zona de rebaixamento, o Sporting de Gijón.

O ex-comandante da seleção italiana assumiu o time do goleiro Diego Alves, do zagueiro Aderlan Santos, do lateral-esquerdo Guilherme Siqueira e do atacante Vinícius Araújo, no fim de setembro, substituindo o espanhol Pako Ayestarán.

Durante a passagem pelo Valencia, Prandelli comandou o time em dez jogos, sendo oito pelo Espanhol e dois pela Copa do Rei da Espanha. Ao todo, foram três vitórias - duas deles na competição eliminatória -, três empates e quatro derrotas.

O clube anunciou que Salvador González, o Voro, ficará no comando da equipe, sem especificar se temporariamente ou de maneira definitiva. O espanhol, ex-zagueiro do próprio Valencia e do Deportivo La Coruña, já foi interino em cinco oportunidades.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte