Esporte

Guardiola: "Nunca serei presidente do Barcelona, Piqué já está lá para isso"

05/01/2017 15h46

Londres, 5 jan (EFE).- O técnico espanhol Josep Guardiola, do Manchester City, brincou nesta quinta-feira ao responder as afirmações do italiano Fabio Capello, de que deixará de comandar equipes para ser presidente do Barcelona.

Há dois dias, o ex-treinador do clube catalão, de 45 anos, revelou que não passaria dos 60 anos de idade trabalhando na profissão, e que estaria se aproximando do fim da carreira.

"Tive a sorte de ter sido treinado por Fabio Capello e direi a ele: nunca serei presidente do Barcelona. Gérard Piqué já está lá para isso", disse o espanhol, que trabalhou com o italiano em 2002, quando ambos estavam na Roma.

Na entrevista coletiva concedida na véspera do jogo com o West Ham, pela terceira fase da Copa da Inglaterra, Guardiola confirmou o que disse à emissora americana "NBC", de que não ficará mais de uma década e meia como técnico de futebol, mas descartou desinteresse no trabalho no City.

"Não vou treinar quando tiver 60 anos, mas tenho só 45. Estou em um lugar perfeito para continuar, mas, no futuro, quero fazer algo mais em minha vida. Talvez tenha sido inadequado dizer que estou começando a me despedir da minha carreira", admitiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo