Esporte

Tenista australiano é punido com 7 anos de suspensão por corrupção

STRINGER/REUTERS
Imagem: STRINGER/REUTERS

09/01/2017 22h48

Redação Central, 9 jan (EFE).- A Unidade pela Integridade do Tênis (TIU) informou nesta segunda-feira que impôs ao jogador australiano Nick Lindahl uma sanção de sete anos de suspensão e uma multa de US$ 35 mil por corrupção.

Além disso, a TIU fixou seis meses de suspensão ao também tenista australiano Brandon Walkin. Em ambos casos por comportamento corrupto durante um torneio ITF Futures jogado em Toowoomba (Austrália) em setembro de 2013.

Lindahl, de 28 anos e que chegou a ocupar o 187º lugar no ranking da ATP, não poderá jogar torneio algum durante sete anos por tentar arranjar o resultado de uma partida e não cooperar com a investigação da TIU.

Nick Lindahl, que já se retirou das quadras em 2013, se ofereceu para perder um jogo em troca de uma soma de dinheiro.

Brandon Walkin, de 22 anos e atual número 1.066 do ranking, estará suspenso por seis meses por aceitar uma proposta de manipulação de Lindahl.

Um terceiro jogador australiano, Isaac Frost, de 28 anos e número 1.515 do mundo, já cumpriu uma suspensão entre os dias 3 de outubro de 2013 e 4 de setembro de 2014 por não cooperar com os investigadores.

Após ter cumprido sua sanção, Frost poderá continuar jogando tênis.

Quer receber notícias de tênis de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo