Esporte

Mercedes comunica saída do diretor técnico Paddy Lowe após 3 títulos

10/01/2017 17h09

Redação Central, 10 jan (EFE).- A Mercedes, que conquistou o título do Mundial de Construtores, além de ter levado a melhor entre os pilotos nessas três temporadas, anunciou nesta terça-feira a saída do diretor técnico Paddy Lowe, que estava no cargo desde junho de 2013.

Lowe, de 54 anos e nascido em Nairóbi, foi uma peça fundamental na equipe que dominou o grid com autoridade desde 2014, com os triunfos do britânico Lewis Hamilton em 2014 e 2015 e do alemão Nico Rosberg em 2016.

A Mercedes acrescenta em uma nota de imprensa que a curto prazo não mudará sua estrutura técnica, que continuará dirigida por Aldo Costa (engenheiro chefe) e formada, além disso, por Mark Ellis (diretor de rendimento), Rob Thomas (chefe de operações) e Geoff Willis (diretor de tecnologia)

A imprensa internacional vem especulando a volta de Lowe à Williams, na qual começou a carreira na Fórmula 1, entre 1987 e 1993. Depois, passou por McLaren (1993 a 2013) e Mercedes (2013 a 2017).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo