Esporte

Bicampeão olímpico é acusado na Áustria de abusar sexualmente de menores

Viena (Áustria), da EFE

16/01/2017 12h46

A justiça de Viena emitiu ordem de busca e prisão válida em todo mundo contra o ex-judoca austríaco Peter Seisenbacher, duas vezes medalhista de ouro em Jogos Olímpicos, que é acusado de abusar sexualmente de menores de idade.

O mandado foi expedido em 19 de dezembro, quando aconteceria o início do julgamento do ex-atleta, que não comepareceu ao Tribunal Regional da capital da Áustria. A informação foi confirmada hoje por um porta-voz da justiça do país.

Seisenbacher, campeão dos médios em Los Angeles, em 1984, e em Seul, quatro anos depois, tem 56 anos é acusado de violentar duas meninas de que foi treinador. Ambas eram menores de 14 anos na época em que teriam sofrido o abuso.

Um dos casos teria acontecido entre 1998 e 2011, quando a menor tinha 11 anos.

Na acusação apresentada pela Promotoria local, ainda há relato de um terceira vítima, que diz ter conseguido se defender do acusado, o que ficou configurado com tentativa de abuso de autoridade.

Seisenbacher, depois que se aposentou do judô, exerceu diversas funções, inclusive sendo técnico da seleção austríaca, sendo demitido em 1991. Depois disso, ainda comandou as equipes nacionais de Geórgia e Azerbaijão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo