Esporte

Nos planos de Cannavaro, Pato viaja à Itália para fechar com time chinês

REUTERS/Umit Bektas
Alexandre Pato foi à Itália para selar acordo com clube chinês treinador por Cannavaro Imagem: REUTERS/Umit Bektas

Do UOL, em São Paulo

27/01/2017 16h06

Liberado do jogo entre Villarreal e Granada, pelo Campeonato Espanhol, Alexandre Pato está a caminho da Itália, onde deve assinar pelo Tianjin Quanjian. Treinado pelo italiano Fabio Cannavaro, o clube já havia tentado contratar Pato no começo de 2016, antes dele fechar com o Chelsea. Agora, segundo a imprensa espanhola, está perto de finalmente fechar o acordo. 

A informação de que Pato está a caminho da Itália foi publicado pelos jornais AS, Marca e a agência de notícias EFE. Na manhã desta sexta, Fran Escribá, técnico do Villarreal, confirmou que o brasileiro não jogaria pelo clube neste fim de semana por estar envolvido em uma negociação com o futebol chinês. 

"Tenho que ver com o clube, mas a entrada dele vai ser complicada, porque parece que está perto de um acerto importante para que ele saia. E vamos respeitar a possibilidade. Se isso se confirmar nas próximas horas e for justo para o time e para o jogador, vejo como um bom negócio. Precisamos de gente 100% com a cabeça aqui", disse Escribá. 

Pato vai à Itália porque é lá que o Tianjin faz sua pré-temporada. Em Catania, no sul do país, o atacante deve se juntar imediatamente aos trabalhos com Fabio Cannavaro caso firme o acordo. 

A reportagem do UOL Esporte entrevistou Gilmar Veloz, que confirmou a existência da proposta. Além disso, empresários que já trabalharam anteriormente com o Tianjin Quanjian no Brasil indicaram que o negócio deve acontecer porque agora Pato estaria disposto a se arriscar na Ásia. No ano passado, o Tianjin chegou a fechar os valores da contratação com o Corinthians e até o salário que o jogador receberia, só que a vontade pessoal do brasileiro de retornar à Europa foi decisiva para que ele dissesse não ao acordo. 

Em seus primeiros meses de Villarreal, Pato não faz uma má temporada. Titular na maioria das vezes, ele fez 23 partidas e anotou seis gols e duas assistências, segundo dados do WhoScored. Ainda assim, o desejo de lucrar com o jogador e a existência de concorrentes do brasileiro na posição teriam pesado na avaliação do clube, que está interessado em negociá-lo. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo