Esporte

Juventus aproveita tropeços de Roma e Napoli e abre vantagem rumo ao hexa

29/01/2017 19h59

Roma, 29 jan (EFE).- Enquanto os concorrentes fazem campanhas claudicantes, a Juventus se mostra cada vez mais sólida rumo ao hexacampeonato italiano e deu mais uma prova disso neste domingo ao vencer o Sassuolo por 2 a 0 fora de casa, em jogo válido pela 22ª rodada.

A vitória no estádio Città del Tricolore, na cidade de Reggio nell'Emilia, foi a sexta da Juve nos últimos sete jogos, o que a levou aos 51 pontos, quatro a mais que a segunda colocada, a Roma, que hoje perdeu para a Sampdoria por 3 a 2 em Gênova.

Já o Sassuolo, sensação da temporada passa, em que inclusive se classificou de maneira inédita para a Liga Europa, vem decepcionando e caiu para o 16º lugar, com 24 pontos. A situação só não é pior porque o Crotone, que abre a zona de rebaixamento, tem apenas 13.

A 'Velha Senhora' resolveu a partida com menos de 30 minutos de bola rolando. Logo aos nove, Alex Sandro cruzou por baixo da esquerda, Higuaín se antecipou à marcação e completou para o gol. Aos 25, o próprio 'Pipita' roubou na esquerda e tocou para o meio, Dybala fez o corta-luz e Khedira estufou a rede.

Alex Sandro foi o único brasileiro em campo no Città del Tricolore. O goleiro Neto, o lateral-direito Daniel Alves e o meia Hernanes ficaram no banco da Juve durante todo o confronto.

A Roma, por sua vez, esteve à frente da 'Samp' duas vezes. Bruno Peres fez 1 a 0 para os 'Giallorossi', Praet empatou, e Dzeko recolocou o time do técnico Luciano Spalletti em vantagem no Luigi Ferraris. Contudo, Schick e Muriel viraram para os donos da casa, que subiram para a 13ª colocação.

Em terceiro lugar, agora com 45 pontos, o Napoli também decepcionou. E pior, jogando diante de sua torcida no estádio San Paolo contra o penúltimo colocado, o Palermo, que surpreendeu ao balançar a rede aos seis minutos do primeiro tempo, com Nestoroski. Insigne reduziu o tamanho do prejuízo da equipe dos brasileiros Allan e Jorginho ao fazer um gol aos 21 da etapa final e definir o placar de 1 a 1.

Em queda livre na tabela, o Milan é sétimo colocado, com 37 pontos, após ter chegado a três partidas sem triunfos. A algoz da vez foi a Udinese, dos brasileiros Danilo, Samir e Felipe, que levou a melhor por 2 a 1 de virada em pleno San Siro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo