Topo

Esporte

David Silva e Pellegrini são vítimas de fraude bancária em Manchester

Wolfgang Rattay/Reuters
Imagem: Wolfgang Rattay/Reuters

01/02/2017 17h28

O meia David Silva, do Manchester City, e o técnico Manuel Pellegrini, que dirigiu os 'Citizens' e atualmente comanda o Hebei Fortune, da CHina, foram vítimas de uma fraude bancária na Inglaterra, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira pelo jornal local "Manchester Evening News".

Jonathan Reuben, um fraudador profissional de 56 anos, desviou pouco mais de 100 mil libras (R$ 398 mil) da conta de Pellegrini depois de ter descoberto a senha do cartão do chileno, com o qual ainda tentou comprar um relógio avaliado em 27 mil libras (R$ 108 mil). O treinador não percebeu o crime até ter tido o cartão recusado quando foi pagar a conta de um restaurante.

Em relação a David Silva, Reuben se passou pelo jogador espanhol em contato telefônico com um banco e conseguiu passar por vários controles de identificação até pedir um novo cartão de crédito com uma nova senha.

De acordo com a investigação, o cartão estava endereçado à residência do atleta, mas foi interceptado e usado para retirar quase 21 mil libras (R$ 83,5 mil) em dinheiro em diferentes caixas automáticos da cidade de Manchester.

"Só pelo fato de que o senhor Pellegrini e o senhor Silva sejam pessoas com dinheiro, isso não lhe dá direito ao senhor nem a ninguém mais de roubá-los", disse o juiz Patrick Field a Reuben, que havia afirmado que não sentia vergonha pelo crime porque "estrelas do futebol podem lidar com isso".

"São crimes muito desagradáveis que, sem dúvida alguma, causaram angústia e mal-estar aos dois cavalheiros, e não tenho dúvida de que ao senhor Pellegrini deu muita vergonha saber que seu cartão tinha sido rejeitado em um restaurante", acrescentou Field.

Ainda segundo o jornal, ambas as vítimas foram reembolsadas por seus bancos, mas não se tem notícias do que foi feito com o dinheiro roubado.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte