Esporte

Torneio de duplas do Rio Open terá 7 campeões de Grand Slam

07/02/2017 18h59

Rio de Janeiro, 7 fev (EFE).- Sete tenistas das duplas que disputarão o Rio Open de 2017 se destacam pelos títulos de Grand Slam que já conquistaram no circuito mundial, fazendo da quarta edição do torneio, que será disputado entre 20 e 26 de fevereiro, a mais forte da história.

Os nomes dos participantes foram divulgados nesta terça-feira pela organização do Rio Open. Partem como favoritos ao título o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray, que levantaram as taças do Aberto da Austrália e do US Open na última temporada, e fecharam o ano no topo do ranking da ATP.

Os grandes rivais de Soares e Murray serão o também brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot. Melo, ao lado do croata Ivan Dodig, foi campeão de Roland Garros em 2015. Já Kubot conquistou o Aberto da Austrália de 2014 com o sueco Robert Lindstedt.

"Sem dúvida nenhuma é a chave de duplas mais forte da nossa história, liderada pelos brasileiros. Teremos disputas duríssimas, com muitos campões de Grand Slam em ação. É um privilégio para o Rio Open recebê-los e um presente para o público", disse o diretor do torneio, Luiz Procopio Carvalho.

Os quatro tenistas, porém, terão outros adversários de peso pela frente. Outras duplas de destaque são a dos italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini, campeões do Aberto da Austrália em 2016, e dos colombianos Juan Cabal e Robert Farah, duas vezes campeões do Rio Open e atuais defensores do título.

Completam as duplas anunciadas hoje: o uruguaio Pablo Cuevas, campeão do Rio Open no simples em 2016, e o espanhol Pablo Carreño Busta; o espanhol David Marrero e o mexicano Santiago González; os argentinos Andrés Molteni e Diego Schwartzman, o italiano Paolo Lorenzi e o português João Souza, o chileno Julio Peralta e o argentino Horacio Zeballos.

Além das dez duplas anunciadas hoje, a competição terá outras três que sairão do qualifying e três que receberão convites especiais da organização.

Entre os tenistas que disputarão o torneio de simples, anunciados no mês passado, os destaques são o japonês Kei Nishikori, o austríaco Dominic Thiem e o espanhol David Ferrer. A grande ausência é Rafael Nadal, que participou das três primeiras edições do Rio Open, conquistando o título em 2014.

O Rio Open, único torneio da série ATP 500 na América do Sul, é disputado nas quadras de saibro do Jóquei Clube Brasileiro do Rio de Janeiro. Neste ano, será distribuído US$ 1,3 milhão em prêmios.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo