Esporte

"Esta é minha última temporada com Rafa", diz Toni Nadal

11/02/2017 15h10

Roma, 11 fev (EFE).- O tio e técnico de Rafael Nadal, Toni Nadal, disse em entrevista publicada neste sábado pelo site "Il Tennis Italiano" que a temporada atual é a última em que treinará o sobrinho e que a partir do ano que vem pretende se dedicar à formação de novos tenistas na academia montada pelo ídolo espanhol em Manacor, sua cidade natal. "Esta é minha última temporada com Rafa. A partir do próximo ano, não o acompanharei e me dedicarei exclusivamente a nossa academia de Manacor. Quero me ocupar com a formação de jovens talentos, que é o momento mais delicado", afirmou Toni.

Toni informou sobre a decisão em Budapeste, onde está participando de um fórum da Associação Mundial dos Treinadores de Tênis Profissional (GPTCA). Ele destacou que a relação com Rafa continua muito boa e que durante todos esses anos em que trabalhou com o sobrinho nunca houve crise, mas admitiu que seu poder de decisão foi diminuindo com o passar dos anos.

"Até os 17 anos de Rafa, eu decidia tudo, depois chegou Carlos Costa como manager, e o pai de Rafa também se aproximou, cada um com suas opiniões. A verdade é que a cada ano que passa, decido cada vez menos. Chegaremos ao ponto no qual não decido nada", explicou.

Sobre o ano de 2017 do tenista de 30 anos, que começou com o vice-campeonato no Aberto da Austrália, o treinador vive a expectativa de uma nova conquista de Grand Slam.

"Não me surpreenderia (um triunfo em Slam). Se ele não tivesse se machucado em Madri, acredito que no ano passado teria tido chances em Roland Garros. Mas não me surpreenderia também se não vencesse mais nenhum, porque ter chances não é garantia de nada", comentou.

No Aberto da Austrália, Nadal bateu grandes tenistas, como o alemão Alexander Zverev, o francês Gael Monfils e o canadense Milos Raonic até perder para o suíço Roger Federer na decisão.

"No tênis, a confiança não dura muito. Quando você joga bem, está cheio de confiança, mas depois perde dois jogos e ficam sem ela. Rafa venceu Raonic, Monfils e Zverev em um mês, o que significa que voltou a jogar bem. Agora tem de continuar neste caminho", disse Toni, que lembrou o que considera ter sido o momento mais difícil para Rafa.

"Em 2015, estava mal em nível mental porque tinha muitos problemas físicos e tinha perdido confiança em seu corpo. Quando recuperou seu físico, também mudou sua atitude e voltou a estar mentalmente forte. Agora está bem fisicamente", finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo