Esporte

Agora pelas oitavas, PSG e Barça se reencontram na Liga dos Campeões

13/02/2017 16h51

(Atualiza com lesão do zagueiro brasileiro Thiago Silva).

Paris, 13 fev (EFE).- Paris Saint-Germain e Barcelona abrirão nesta terça-feira, às 17h45 (horário de Brasília), o duelo mais midiático das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, na quarta eliminatória que os adversários protagonizarão na história da competição.

Nos últimos quatro anos, a equipe da capital francesa e o time catalão se encontraram duas vezes em mata-mata, em 2013 e 2015, sempre nas quartas de final. Ambos os confrontos tiveram mesmo desfecho, com classificação do Barça às semis.

A única vez em que o PSG levou a melhor foi em 1995, na mesma etapa dos duelos seguintes. Na ida, empate em 1 a 1, em Barcelona, e, na volta, vitória do time da casa por 2 a 1, com direito a gol de Raí, iniciando virada que assegurou inédita - e até hoje única - presença no 'top-4' do continente.

Nesta nova tentativa de superar o time catalão, a equipe francesa iniciará a disputa sem poder contar com o zagueiro Thiago Silva, que virou baixa de última hora, devido problemas musculares na perna esquerda. O brasileiro ficou fora da relação e deverá ser substituído por Presnel Kimpembe, de 21 anos.

Outro que não atuará nesta terça-feira é o volante brasileiro naturalizado italiano Thiago Motta, que está suspenso. O favorito para ganhar o lugar do titular absoluto é Adrien Rabiot.

Caso opte por uma formação mais ofensiva, o técnico espanhol Unai Emery poderá lançar o argentino Ángel Di María. O ex-Real Madrid e Manchester United segue sem se afirmar no PSG e agora vem tendo ainda menos espaço, depois da chegada do alemão Julian Draxler, que vem formando trio ofensivo com Lucas e o uruguaio Edinson Cavani.

Outro argentino do elenco da equipe francesa, o meia Javier Pastore é dúvida para o duelo, devido problema muscular. Nesta segunda-feira, o jogador conseguiu participar de todo o último treino de preparação para a partida, e deverá ficar no banco de reservas.

Na entrevista coletiva concedida na véspera do confronto, o técnico espanhol Unai Emery, que só venceu um jogo em 23 com o Barça na carreira, garantiu estar confiante no desempenho dos comandados para esta terça-feira e mandou um recado para os rivais.

"Não nos sentimos inferiores a ninguém, temos um grupo com jogadores que querem escrever uma história excepcional, individual e coletivamente", disse o comandante do PSG.

O Barça, por sua vez, chega ao jogo embalado por uma goleada impiedosa no Alavés, pelo Campeonato Espanhol, por 6 a 0, além da classificação para a final da Copa do Rei, com eliminação após dois duros duelos com o Atlético de Madrid.

Para o novo confronto com o Paris Saint-Germain, no entanto, o técnico Luis Enrique está cheio de problemas. O zagueiro e volante argentino Javier Mascherano, o lateral e meia Aleix Vidal e o meia turco Arda Turan ficarão de fora, por causa de lesões.

O único entre os três que é titular habitual da equipe é o ex-Corinthians, que deverá ser substituído pelo francês Samuel Umtiti. O jovem, por sua vez, fará dupla com Gérard Piqué, que foi poupado do duelo com o Alavés, por causa de dores musculares.

A principal dúvida do treinador, contudo, é no setor de meio, em que o croata Ivan Rakitic, o português André Gomes e o espanhol Denis Suárez disputam posição. O primeiro, mais experiente e mais habituado no sistema da equipe, é o grande favorito a começar jogando.

No ataque, o badalado trio formado pelo argentino Lionel Messi, o uruguaio Luis Suárez e Neymar estará em campo. Na última eliminatória entre Barça e PSG pela 'Champions', que teve placar agregado para o time espanhol por 5 a 1, o brasileiro balançou as redes três vezes.

O segundo encontro entre os dois times nesta série de oitavas de final, acontecerá no dia 8 de março, no estádio Camp Nou, em Barcelona.



Prováveis escalações.

Paris Saint-Germain: Trapp; Aurier, Marquinhos, Kimpembe e Kurzawa; Verratti, Rabiot e Matuidi; Lucas, Cavani e Drexler. Técnico: Unai Emery.

Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti e Alba; Busquets, Rakitic (ou André Gomes) e Iniesta; Messi, Suárez e Neymar. Técnico: Luis Enrique.

Árbitro: Szymon Marciniak (Polônia), auxiliado pelos compatriotas Tomasz Listkiewicz e Pawel Sokolnicki.

Estádio: Parc des Princes, em Paris (França).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo