Esporte

Benfica e Ederson seguram Dortmund e largam na frente por vaga nas quartas

14/02/2017 19h59

Lisboa, 14 fev (EFE).- O Benfica provou mais uma vez nesta terça-feira que posse de bola não é tudo no futebol, ao bater o Borussia Dortmund por 1 a 0 em jogo de ida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, em noite de grande atuação do goleiro brasileiro Ederson.

O time alemão terminou o duelo com 64% do tempo com a bola, mas pecou pela falta de pontaria, especialmente do atacante gabonês gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, que teve atuação abaixo da crítica. O atacante grego Kostas Mitroglou, em jogada que teve participação do zagueiro Luisão, definiu o placar, com gol marcado aos 3 minutos do segundo tempo.

Ederson acabou sendo o destaque individual do jogo no Estádio da Luz, especialmente por defender pênalti cobrado pelo principal jogador do time adversário, aos 13 da etapa complementar. Auba cobrou com displicência, no meio do gol, facilitando o trabalho do brasileiro.

Quase todos os jogadores do time alemão receberam "carimbo" por terem parado em alguma grande intervenção do camisa 1 do Benfica. Nos instantes finais do segundo tempo, o atacante americano Christian Pulisic foi o último a tentar vencer Ederson, que fez milagre em bomba da entrada da área.

Os 'Encarnados' jogarão agora pelo empate na volta, marcada para acontecer em 8 de março, no Signal Iduna Park. A repetição do placar levará o marcador para a prorrogação. Para avançar no tempo normal, os aurinegros precisarão vencer por dois gols de diferença.

Nas escalações para o jogo, o Benfica não teve o atacante brasileiro Jonas, que ficou fora por causa de um problema cervical. A expectativa era que o peruano André Carrillo ganhasse vaga ao lado do grego Kostas Mitroglou, mas o jogador foi lançado aberto pela esquerda, e Rafa Silva pintou na frente.

No Dortmund, o técnico Thomas Tüchel não apresentou grandes novidades no 11 inicial, com Marco Reus e Aubameyang formando dupla ofensiva. O único desfalque da equipe foi o meia Mario Götze, que vem sendo opção de banco, que foi vetado por causa de problemas musculares.

O apito inicial da partida revelou um jogo eletrizante, com os dois times apostando na velocidade e nos passes verticais para chegar ao ataque. Nos primeiros instantes, Salvio teve boa oportunidade e perdeu. A má pontaria também afetou Auba, que perdeu chance clara aos 10 minutos, ao ficar frente a frente com Ederson.

Pouco depois, aos 22, após trama rápida dos visitantes e desatenção da zaga encarnada, Guerreiro tentou cruzar, Luisão cortou, mas acabou acertando a bola em Reus. A sobra acabou nos pés de Dembelé, que bateu, mas parou em Ederson e Lindelof, que se jogaram e até trombaram, para impedir o gol.

Aos poucos, o ritmo do confronto foi caindo, com o Benfica apresentando muitas dificuldades em agredir. Sem pressa, o Dortmund controlou o jogo, mantendo a posse de bola, mas sem conseguir refletir o domínio em finalizações.

Na reta final do primeiro tempo, Guerreiro se aproveitou de cochilo do volante Fejsa, evitou que bola saísse pela linha de fundo, em lance que Ederson estava fora do gol, e quase acertou cruzamento para Aubameyang, que conseguiria concluir com gol aberto, se tivesse alcançado a bola.

Para o segundo tempo, o técnico Rui Vitória fez uma mudança no Benfica, tirando Carrillo e colocando o volante Filipe Augusto em campo. O jogador, revelado pelo Bahia e com passagem pelo Valencia, foi contratado nesta janela de inverno do futebol europeu, junto ao Braga.

Mal houve tempo para saber se houve mudança na forma da equipe jogar. Aos 3 minutos, após escanteio da direita cobrado por Pizzi, Luisão testou de cabeça, Mitroglou, quase em cima da linha, deu leve toque antes de Bürki chegar na bola e pegou a sobra para balançar as redes.

A resposta do Dortmund veio rápida, primeiro com Dembelé batendo e Ederson fazendo a defesa. Aos 8, Aubameyang voltou a ficar cara a cara com o goleiro brasileiro, mas repetiu o que fez no primeiro tempo, batendo por cima do gol.

Em menos de três minutos, o titular da meta encarnada ainda parou mais duas vezes o ataque do time alemão, em finalizções de Reus e Piszczek, mas o grande momento aconteceria aos 13, pouco depois que o árbitro italiano Nicola Rizzoli marcou pênalti, em toque de mão de Fejsa.

Ederson ficou novamente de frente para Auba, que optou por uma cobrança fraca no meio do gol. O camisa 1 do time lisboeta ficou parado, dando apenas uma leve agachada para fazer a defesa. O lance foi a gota d'água para Thomas Tüchel, que substituiu o atacante congolês, para lançar André Schürrle na partida.

Na reta final, já com Castro e Pulisic nos lugares de Guerreiro e Reus, respectivamente, o Dortmund tentou uma blitz derradeira para buscar a igualdade. Aos 39, o meia alemão cobrou falta, a zaga do Benfica cortou mal e o atacante americano emendou de primeira na sobra, obrigando Ederson a fazer defesa espetacular.



Ficha técnica:.

Benfica: Ederson; Nélson Semedo, Luisão, Lindelof e Eliseu; Pizzi, Fejsa, Salvio e Carrillo (Filipe Augusto); Mitroglou (Jiménez) e Rafa Silva (Cervi). Técnico: Rui Vitória.

Borussia Dortmund: Bürki; Piszczek, Sokratis, Batra, Schmelzer e Durm; Weigl, Dembelé e Guerreiro (Castro); Reus (Pulisic) e Aubameyang (Schürrle). Técnico: Thomas Tüchel.

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália), auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Riccardo Di Fiore.

Gol: Mitroglou (Benfica).

Cartões amarelos: Fejsa (Benfica); Schmelzer, Pulisic e Bartra (Borussia Dortmund).

Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo