Esporte

Tradição contra invencibilidade: Real visita Napoli nas oitavas da Champions

14/02/2017 15h53

Madri, 14 fev (EFE).- Dono de 11 títulos da competição e atual campeão, o Real Madrid iniciará sua campanha no mata-mata da Liga dos Campeões nesta quarta-feira em visita ao Napoli, que não sabe o que é perder desde outubro, contando jogos por todas as três competições que a equipe disputa na temporada.

O Real sonha se tornar o primeiro time a "renovar" o título da 'Champions' desde o início da era moderna da competição, em 1992. Para isso, como primeiro passo, precisará bater um adversário invicto há 18 partidas, com 12 vitórias e seis empates no período.

O último revés sofrido pelos 'Azzurri' aconteceu em 29 de outubro, quando os comandados do técnico Maurizio Sarri perderam para a Juventus por 2 a 1 em Turim, pelo Campeonato Italiano.

Já os 'Blancos', que chegaram a emplacar uma sequência de 40 jogos sem derrota, se tornaram um pouco mais vulneráveis e inclusive foram eliminados pelo Celta de Vigo nas quartas de final da Copa do Rei.

Embora seja o atual campeão, o Real se classificou em segundo lugar em sua chave, ficando atrás do Borussia Dortmund, e por isso fará a primeira partida em casa, no Santiago Bernabéu, nesta quarta. A volta está marcada para 7 de março, no San Paolo, em Nápoles.

Entre os jogadores considerados titulares, Zinedine Zidane tem apenas uma baixa para escalar o Real, o atacante Bale, que até está recuperado de uma cirurgia no tornozelo direito, mas ainda não tem ritmo de jogo.

A equipe madrilenha tenta se classificar para as quartas de final pela sétima vez seguida, depois de ter superado a "maldição das oitavas", fase em que caiu por seis temporadas de 2005 a 2010.

No Napoli, Sarri poderá repetir o time dos últimos jogos. O atacante Milik, que teve ótimo começo de temporada, sofreu uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo e até voltou a ficar à disposição, mas agora fica na reserva. A única dúvida está no meio-campo, em que o jovem Diwara ganhou espaço em detrimento do brasileiro naturalizado italiano Jorginho.

Se a equipe italiana quiser apelar para a chamada "lei do ex", terá dois atletas para isso, o zagueiro Raul Albiol, que defendeu o Real Madrid de 2009 a 2013, e o meia José Callejón, que é cria do undecampeão europeu.



Prováveis escalações:

Real Madrid: Navas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric; Vázquez, Cristiano Ronaldo e Benzema. Técnico: Zinedine Zidane.

Napoli: Reina; Hysaj, Koulibaly, Albiol e Ghoulam; Diawara (Jorginho), Zielinski e Hamsik; Callejón, Insigne e Mertens. Técnico: Maurizio Sarri.

Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia), auxiliado pelos compatriotas Jure Praprotnik e Robert Vukan.

Estádio: Santiago Bernabéu, em Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo