Esporte

Zidane diz que Real será sempre favorito, mas que camisa não ganha jogo

14/02/2017 13h55

Madri, 14 fev (EFE).- O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, não fugiu do rótulo de favorito no duelo contra o Napoli pelas oitavas de final Liga dos Campeões na próxima quarta-feira, mas destacou que camisa não ganha jogo e que é importante não levar gols na partida de ida, no Santiago Bernabéu, para seguir no torneio.

"O Real Madrid sempre será favorito, mas a camisa não pode garantir que você vai ganhar. Você tem que brigar, tentar jogar bem. Sabemos que podemos vencer partidas sempre lutando, e esses são os valores do Real Madrid, lutar do início ao fim, junto com nossa torcida", disse francês, campeão da 'Champions' como jogador com os merengues em 2001/02 e como técnico na última temporada.

"Em uma eliminatória sempre é importante não levar gols. Quando o jogo da ida é em casa, mais importante ainda. É a nossa mensagem, mas o que mais quero é repetir o que estamos fazendo ultimamente, para estarmos concentrados no que temos que fazer porque é uma partida 50% a 50%. Sabemos que podemos causar danos ao rival e que eles podem nos colocar em dificuldades", completou Zidane.

O técnico do Real também aproveitou a entrevista para elogiar o estilo de jogo vistoso implantado pelo comandante do Napoli, Maurizio Sarri. "É um treinador muito bom e sua equipe joga muito bem. Está conseguindo bons resultados e trabalhando bem, vendo como sua equipe joga bonito", afirmou.

Campeão na última temporada, Zidane prefere não pensar na hipótese de esta ser a primeira equipe do Real Madrid a conquistar duas edições da Liga dos Campeões consecutivas.

"Sabemos a dificuldade desta competição, ganhar uma eliminatória não fazer a gente pensar que possamos ganhar o título. Vamos passo a passo. É um caminho duro, longo e estamos nele", destacou Zidane, comemorando o fato de não ter jogadores no departamento médico.

"Estamos bem, recuperamos todos os jogadores e é mais complicado para mim fazer a escalação, mas estou muito contente por ver todos comprometidos e prontos para jogar a 'Champions'", ressaltou.

No lado pessoal, Zidane agradeceu pelo tempo que passou no futebol italiano e pelo que aprendeu como jogador no país. Além disso, ressaltou que está se sentindo cada vez mais preparado a encarar grandes partidas como técnico.

"Quando cheguei à Itália, era jovem e fizeram com que eu crescesse muito como jogador porque na Juve, como ocorre no Real, o mais importante é lutar até o último muito. Aprendi muito e agora estou no maior clube. Estou crescendo como pessoa e agora como treinador. Me sinto muito melhor, mais preparado", disse.

Zidane disse que espera um Napoli com profundidade e que apostará na velocidade no Santiago Bernábeu. No entanto, o técnico destacou que seus jogadores saberão resistir às investidas do adversário.

O ex-jogador francês concluiu a entrevista provocando Diego Maradona, ídolo histórico do Napoli, e que recentemente fez várias declarações sobre o duelo entre as duas equipes na 'Champions'.

"Com todo respeito a Maradona, que vi quando era pequeno e foi um dos melhores, senão o melhor da história do futebol, vou temer mais aqueles que estarão em campo agora. Também temos nossas armas e vai ser uma boa partida. É o que eu quero ver amanhã", disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo