Esporte

Dono do West Ham lamenta preço da venda de Payet: 'Vale muito mais'

AFP PHOTO / BORIS HORVAT
Imagem: AFP PHOTO / BORIS HORVAT

15/02/2017 16h36

Londres, 15 fev (EFE).- O empresário David Gold, coproprietário do West Ham, lamentou nesta quarta-feira ter vendido o meia Dimitri Payet ao Olympique de Marselha por 25 milhões de libras (R$ 95,4 milhões) por acreditar que o jogador da seleção francesa poderia ter rendido aos cofres dos 'Hammers' uma quantia maior.

Payet, de 29 anos, vinha manifestando o desejo de deixar o clube londrino, que se viu sem alternativa e aceitou negociá-lo com a equipe da qual havia comprado os direitos federativos do atleta, em 2015.

"A única coisa que lamento é tê-lo vendido por 25 milhões de libras, já que acho que ele vale muito mais", disse Gold à emissora britânica "Sky Sports". "Acho que, em circunstâncias normais, poderíamos ter obtido 30 ou 35 milhões de libras por ele, e não me surpreende que os torcedores se sintam um pouco enganados", completou.

Embora o meia vinha dando declarações públicas sobre o desejo de sair, o dirigente garantiu que Payet só sairia se fosse mesmo para o Olympique. "Ele insistiu que só sairia para ir para o Marselha, então havia um clube se esforçando por ele, por isso aceitamos os 25 milhões e não esperamos que dessem 35", justificou.

Payet aceitou uma redução salarial para voltar ao estádio Velodrome, onde jogou de junho de 2013 e junho de 2015, e assinou um contrato para as próximas três temporadas e meia.

"Não acho que lidamos muito bem com todo esse tema. Mas agora temos que seguir adiante: há vida após Dimitri Payet", destacou Gold, que, perguntado se o 'caso Payet' o desanimou a contratar estrangeiros, admitiu preferir olhar para o mercado local.

"David Sullivan (outro coproprietário), Slaven (Bilic, o treinador) e eu preferimos jogadores ingleses ou jogadores com experiência na 'Premier League'. Por isso, em janeiro, contratamos jogadores com referência", finalizou o empresário, em referência ao zagueiro José Fonte, ex-Southampton, e o meia-atacante Robert Snodgrass, que estava no Hull City.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo