Esporte

Campeões, promessas do sub-20 se candidatam a futuro da seleção uruguaia

18/02/2017 14h33

Montevidéu, 18 fev (EFE).- O título da seleção uruguaia no Campeonato Sul-Americano sub-20, conquistado na semana passada, pode dar ao técnico da equipe nacional principal, Óscar Tabárez, mais uma gama de opções para o futuro celeste, como Santiago Bueno, Rodrigo Betancur e Joaquín Ardaiz, entre outros.

Alguns dos talentos que o campeão da competição apresentou ao continente, inclusive, já arrumaram malas ou a estão deixando prontas, para começar o desafio de tentar brilhar no futebol da Europa, seguindo as trajetória de Luis Suárez, Edinson Cavani, entre outros.

O zagueiro Santiago Bueno, que também atua como volante, embarcou nesta semana para a Espanha, onde se apresentaria ao Barcelona, que pagou 1,5 milhão de euros (R$ 5 milhões) para contratá-lo junto ao Peñarol.

Já o atacante Aradaiz, do Danubio, segue no clube, mas, já teve os direitos econômicos adquiridos por um grupo inglês de investimento, que estuda o melhor destino para o jogador.

"Sempre foi um jogador que esteve categoria acima a da idade que tinha. O fato que ele tenha saído da divisão de base inesgotável que temos, nos orgulha. Foi uma alegria ele ter podido ser campeão sul-americano", disse Luis Núñez, diretor do Danubio, à Agência Efe.

Outro destaque da Celeste, o meia Rodrigo Betancur ainda seguirá algum tempo na América do Sul, mais especificamente, no Boca Juniors, da Argentina, no entanto, os direitos do jogador pertencem a Juventus, da Itália, a partir de negociação envolvendo o atacante argentino Carlos Tévez.

O elenco campeão no Equador ainda tinha o promissor meia-atacante Nicolás Schiappacasse, revelado pelo River Plate, de Montevidéu, mas que, desde 2016, é um dos destaques do time B do Atlético de Madrid, que disputa a quarta divisão do Campeonato Espanhol.

Entre os nomes certos na disputa do Mundial, na Coreia do Sul, entre maio e junho, o meia Facundo Waller, que defende o Plaza Colonia, mas pode se transferir em breve, já existe interesse de clubes de Espanha, Itália e Rússia, conforme revelou o diretor-esportivo do time uruguaio, Carlos Manta.

"É um menino muito bom, com jogo dinâmico, muita facilidade na transição da defesa para o ataque. Tecnicamente, tem grandes qualidades", se derreteu o dirigente.

O título sul-americano sub-20, aliás, valorizou algumas peças do elenco, como o meia Nicolás De La Cruz, do Liverpool, rival do Fluminense na primera fase da Copa Sul-Americana. Segundo os representantes do jogador, ele estaria avaliado hoje em US$ 14 milhões (R$ 43 milhões).

Dado o histórico de Tabárez no comando da seleção uruguaia, não será surpresa de alguns desses nomes já apareçam nas próximas convocações da principal, para jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

A história mostra que o veterano comandante não tem medo de lançar destaques do Sul-Americano sub-20, como aconteceu com Suárez e Cavani, mas também com José María Giménez, Sebastián Coates, Nicolás Lodeiro, por exemplo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo