Topo

Esporte

Neymar não será preso por fraude, diz consultoria do jogador

22/02/2017 16h44

São Paulo, 22 fev (EFE).- A NN Consultoria, empresa responsável pela gestão da carreira de Neymar, garantiu nesta quarta-feira, por meio de comunicado, que o jogador "não será preso" por corrupção, como defendeu o grupo de investimento DIS.

"Estamos seguros que no final do processo será reconhecido que não foi praticado nenhum crime, prevalecendo, sem dúvida, que qualquer atleta profissional, não só o Neymar, tem o sagrado direito de escolher onde quer trabalhar", rebateu a firma.

O DIS entrou com ação por ter recebido menos do que deveria pela transferência do jogador do Santos ao Barcelona em 2013. Anteontem, a quarta seção da Procuradoria da Audiência Nacional da Espanha confirmou o processo contra o Barcelona por fraude e corrupção entre particulares na contratação do atacante brasileiro Neymar, em 2011.

No mesmo auto, a corte ratifica também os processos contra a mãe do jogador, Nadine Gonçalves, e a empresa N&N, comandada pelos pais de Neymar, após rejeitar os recursos apresentados pelos advogados da família.

"Tecnicamente a Audiência Nacional repetiu a decisão anterior, entendendo que, por ora, não deve excluir ninguém preliminarmente do processo, devendo os fatos e condutas serem analisados, as defesas apresentadas, as provas produzidas para, ao final, caso entendam que realmente não há crime, ser proferida uma sentença absolutória", diz a nota da empresa.

"Isto significa que não há neste momento nenhuma possibilidade de decretação de prisão de nenhuma das partes envolvidas", completa o texto.

Além disso, o comunicado rebate taxativamente os representantes do grupo DIS, que expressaram desejo pela detenção do jogador no fim do processo.

"Felizmente, sentimento não compartilhado pelo ganancioso Grupo DIS, o atleta da seleção brasileira Neymar Jr. não será preso", aponta o texto.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte