Esporte

Algoz de Monteiro, Ruud comenta própria ascensão: "Venho trabalhando duro"

25/02/2017 02h01

Rio de Janeiro, 24 fev (EFE).- Classificado para as semifinais logo no primeiro ATP 500 da carreira, o norueguês Casper Ruud, que nesta sexta-feira eliminou o brasileiro Thiago Monteiro no Rio Open, recapitulou os últimos 12 meses de sua trajetória, lembrou que estava fora do top 1000 em fevereiro de 2016 e disse que espera que a campanha na capital fluminense seja apenas mais um passo em sua ascensão.

"Comentei com meu treinador dias atrás que um ano atrás eu consegui ter a raquete da Yonex e fiquei muito feliz com isso. Eu venho trabalhando duro neste último ano, ganhando experiência, jogando torneios mais duros, venci meu primeiro Challenger em setembro", recordou o jovem de 18 anos em entrevista coletiva concedida após bater Monteiro em sets diretos, com 6-2 e 7-6(2).

"Venho sempre buscando novos desafios e vem sendo incrível, especialmente esta semana. Há um ano estava fora do top 1000 e agora não sei bem para que posição estou indo, mas vou entrar no top 200 e estou muito com o crescimento pelo qual venho passando", completou.

Nascido em um país que não tem muita tradição no tênis, o norueguês é filho de Christian Ruud, que também foi tenista e figurou no top 40 na década de 90. Ele explicou como se deu a influência do pai para que ele também se tornasse um atleta profissional.

"Meu pai sempre gostou de esportes com bola, e quando eu era mais novo ele me levava para quadras de tênis, campos de futebol, golfe, hóquei e alguns outros e eu sempre gostei. Quando completei 11 ou 12 anos, comecei a me sentir melhor no tênis, então parei com os outros esportes e meu pai me ajudou muito. Ele vem sendo uma ótima parte do meu time", relatou.

Ruud afirmou estar vivendo intensamente a expectativa para a partida deste sábado contra o espanhol Pablo Carreño Busta e admitiu que o bom desempenho no Rio provavelmente terá influência em sua agenda para a sequência da temporada.

"Estou ansioso para amanhã, primeiro, e depois para São Paulo na próxima semana. Eu tinha alguns outros planos para a América do Sul nas próximas semanas, mas agora provavelmente vou mudar esses planos. Vou ter um grande salto no ranking, o que vai me permitir entrar em torneios maiores. Mas vamos ver o que acontece, quero ir passo a passo e manter meus pés no chão", destacou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo