Esporte

Lyon vira, supera boa atuação de Alisson e vence Roma pela Liga Europa

AP Photo/Claude Paris
Imagem: AP Photo/Claude Paris

09/03/2017 19h06

Redação Central, 9 mar (EFE).- O Lyon insistiu muito e conseguiu vencer nesta quinta-feira a Roma, apesar de boa atuação do goleiro da seleção brasileira Alisson, por 4 a 2, em casa, pela ida das oitavas de final da Liga Europa, em faixa de jogos que ainda teve vitórias de Celta de Vigo e Genk.

Na França, os donos da casa saíram na frente do placar logo aos 8 minutos, com o zagueiro Mouctar Diakhaby. Pouco depois, aos 20, no entanto, o defensor francês vacilou, caiu e deixou o atacante atacante egípcio Mohamed Salah livre para marcar. Aos 33, zagueiro italiano Federico Fazio virou.

No segundo tempo, o Lyon não perdeu tempo e partiu com tudo para cima, deixando tudo igual outra vez aos 2 minutos, graças ao meia Corentin Tolisso. A equipe seguiu lutando muito para sair de campo com o placar positivo, mas aí entrou em cena o goleiro Alisson, da seleção.

Aos 20, o volante e capitão Maxime Gonalons bateu, a bola desviou na zaga da Roma, mas o ex-Internacional mostrou reflexo e defendeu. Cinco minutos depois, o atacante Alexandre Lacazette acertou uma bomba, parando no camisa 19. No lance seguinte, foi a vez do meia Mathieu Valbuena obrigar o brasileiro a trabalhar bem.

Na busca pela vitória, o técnico do Lyon, Bruno Genesio colocou o meia-atacante Nabil Fekir no lugar do zagueiro argentino Emanuel Mammana, aos 26. Em seguida, aos 29, o promissor jogador francês recebeu na área, se livrou de três marcadores e soltou a bomba no canto direito de Alisson, que nada pôde fazer.

O goleiro também ficou impotente aos 48 do segundo tempo, quando Lacazette recebeu de Valbuena, dominou na entrada da área e acertou um foguete no ângulo direito, definindo o placar do confronto, para delírio da torcida anfitriã.

Outros quatro brasileiros disputaram o jogo, todos como titulares: o zagueiro Juan Jesus, o lateral-direito Bruno Peres e o lateral-esquerdo Emerson, pela Roma, que na próxima quinta-feira atuará em casa. Pelo time francês, o representante do país foi o lateral-direito Rafael, que atuou por 45 minutos e saiu contundido.

O Celta de Vigo também fez jus ao mando de campo hoje e bateu o Krasnodar por 2 a 1, largando com ligeira vantagem em mais um confronto com equipe do Leste Europeu, após arrancar classificação no duelo com Shakhtar Donetsk, da Ucrânica.

A equipe da região da Galícia conseguiu ficar na frente do placar aos 5 minutos do segundo tempo, graças a gol do meia dinamarquês Daniel Wass. Os visitantes, no entanto, buscaram o empate seis minutos depois, com gol do meia sueco Viktor Claesson. O meia-atacante francês Claudio Beauvue deu números finais ao duelo aos 45.

O time russo contou, entre os titulares, com o zagueiro Naldo, que passou por Grêmio e Cruzeiro, e com o atacante Wanderson, ex-Fortaleza. O jogador de frente atuou até os minutos finais da etapa complementar, quando foi substituído. Já o meia Joãozinho, ex-Portuguesa, passou 90 minutos no banco de reservas.

Em Gelsenkirchen, em reedição de confronto do fim de semana, pelo Campeonato Alemão, Schalke 04 e Borussia Mönchengladbach ficaram no empate em 1 a 1. O time do meia brasileiro Raffael, hoje visitante, atuou como mandante no duelo anterior e levou a melhor por 4 a 2.

Hoje, o time alvinegro voltou a assombrar os Azuis Reais e saíram na frente logo aos 15 minutos do primeiro tempo, com o meia Jonas Hofmann. Os anfitriões reagiram rapidamente e conseguiram deixar tudo igual dez minutos depois, com o atacante austríaco Guido Burgstaller.

Na Grécia, o Olympiacos fez a primeira partida após a demissão do técnico português Paulo Bento, mas não conseguiu ir além do empate com o Besiktas em 1 a 1, já sob o comando de Vasilis Vouzas, que comandava anteriormente a equipe sub-20 do clube do Pireu.

Os donos da casa saíram na frente aos 36 do primeiro tempo, com gol do veterano volante argentino Esteban Cambiasso. A equipe turca, que teve em campo o zagueiro Marcelo e meia Anderson Talisca, conseguiu buscar o empate aos 8 da etapa complementar, quando o atacante camaronês Vincent Aboubakar balançou as redes.

Em série envolvendo equipes belgas, o Genk bateu o Gent por 5 a 2, fora de casa. O atacante tanzaniano Mbwana Samatta, duas vezes, o meia ucraniano Ruslan Malinovskiy, o zagueiro gambiano Omar Colley e o lateral-esquerdo finlandês Jere Uronen, marcaram para os visitantes. Os anfitriões descontaram com o atacante nigeriano Samuel Kalu e o atacante malinês Kalifa Coulibaly.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo