Esporte

Colômbia busca recuperação nas Eliminatórias em jogo com enfraquecida Bolívia

22/03/2017 16h14

Barranquilla (Colômbia), 22 mar (EFE).- A Colômbia receberá nesta quinta-feira a Bolívia, pela 13ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, de olho em se reabilitar, já que só marcou dois pontos nas últimas três rodadas e deixou a zona de classificação.

Os 'Cafeteros' ocupam a sexta colocação na tabela, com 18 pontos. Hoje, a seleção do país, sequer, participaria da repescagem intercontinental, precisando subir um posto para isso. Já a 'La Verde' está na nona e penúltima posição, com apenas sete pontos e tem remotas chances de ir ao Mundial.

No jogo, que acontecerá no Estádio Metropolitano, em Barranquilla, a Colômbia vai atrás de se reerguer após a derrota para a Argentina por 3 a 0, fora de casa. Antes, foram dois empates com Uruguai e Chile, ambos os jogos atuando como anfitrião.

Para tentar reencontrar a vitória, no entanto, a seleção mandante terá que superar a ausência do centroavante Falcao García, que vive grande fase no Monaco, mas que ficou fora da convocação do técnico argentino José Pekerman, por lesão. O comando de ataque, com isso, deverá ser de Carlos Bacca, do Milan.

A principal dor de cabeça para o treinador, contudo, é a quantidade de pendurados, que perderão o jogo com o Equador, se levarem novo cartão amarelo. São eles: os laterais-direitos Santiago Arías e Stefan Medina, o lateral-esquerdo Farid Díaz, os volantes Carlos Sánchez e Abel Aguilar, os meias James Rodríguez e Juan Cuadrado, e o atacante Luis Muriel.

Alguns deles, inclusive, podem ser preservados de parte ou toda a partida contra a Bolívia. Por outro lado, o zagueiro Yerry Mina, titular absoluto do Palmeiras, deverá aparecer no 11 inicial dos 'Cafeteros', ao lado de Óscar Murillo, em linha defensiva que também terá Pablo Armero.

A seleção verde e branca, por sua vez, desembarcará em Barranquilla com um elenco formado por 21 jogadores, a grande maioria jovens, já que alguns dos mais experientes ficaram em La Paz, se preparando para o duelo de terça-feira, contra a Argentina.

Entre os que não viajarão para a partida está o meia Alejandro Chumacero. O ex-jogador do Sport Recife e atualmente no The Strongest, é o atual artilheiro da Taça Libertadores, com seis gols, em cinco partidas.

No comando de ataque estarão outros dois velhos conhecidos do futebol brasileiro, Juan Carlos Arce, ex-Portuguesa, Corinthians e Sport Recife, e Marcelo Moreno, que passou por Vitória, Cruzeiro, Grêmio e Flamengo, e está no Wuhan Zall, da China.



Prováveis escalações:.

Colômbia: Ospina, Arías, Mina, Murillo e Armero; Sánchez, Torres, Cuadrado e James Rodríguez; Muriel e Bacca. Técnico: José Pekerman.

Bolívia: Lampe (ou Viscarra); Raldéz, Morales, Coimbra e Meleán; Danny Bejarano, Justiniano, Ribeira e Vargas; Arce e Marcelo Moreno. Técnico: Mauricio Soria.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Fabrício Vilarinho e Rodrigo Correa.

Estádio Metropolitano, em Barranquilla (Colômbia).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo