Esporte

Tite interrompe entrevista coletiva e comemora vaga antecipada para Copa

29/03/2017 02h43

São Paulo, 28 mar (EFE).- O técnico da seleção brasileira, Tite, interrompeu na noite de terça-feira a entrevista coletiva após a vitória por 3 a 0 sobre o Paraguai, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, para agradecer a Deus pela classificação antecipada do Brasil para o Mundial da Rússia, ao ser informado da vitória do Peru sobre o Uruguai.

"Obrigado, Pai do céu", disse Tite, quando um dos jornalistas que participavam da entrevista coletiva do treinador confirmou a derrota uruguaia por 2 a 1, em Lima, resultado que garantiu o Brasil como primeiro país classificado para a Copa da Rússia.

Após a entrevista coletiva concedida na Arena Corinthians, Tite quebrou o protocolo e encontrou sua esposa que estava no local e, com um emotivo beijo, celebrou a vaga para o Mundial.

Antes da confirmação da classificação, o treinador tinha feito um balanço da vitória sobre os paraguaios, com gols de Philippe Coutinho, Neymar e Marcelo, e destacou em particular a atuação do atacante do Barcelona.

"O Neymar é vertical, tem uma capacidade de improvisação que eu não sei para qual lado ele vai sair", afirmou Tite, que apesar da boa atuação e liderança do atacante, confirmou que vai manter o "rodízio de capitães" para "dividir as responsabilidades".

Para o treinador, o sucesso do atual grupo, que acumula oito vitórias consecutivas nas Eliminatórias é o trabalho em equipe.

"A seleção tinha um grupo de trabalho e incorporamos uma comissão técnica que é muito comprometida e uma equipe de trabalho que passa pelo departamento médico, assessoria de imprensa, todo nosso grupo de trabalho", disse o técnico.

No caso específico do jogo desta terça, Tite comentou: "Antes da partida buscávamos um alto nível de concentração para que toda aquela alegria contra o Uruguai não se transformasse em relaxamento", afirmou.

"Tivemos a maturidade da equipe para enfrentar a uma seleção fechada, criando dificuldades, e jogamos diante de uma grande expectativa. Pedi que eles tivessem cuidado", disse o treinador.

Agora para a reta final das Eliminatórias, a começar pelo próximo compromisso, no final de agosto, contra o Equador, o técnico buscará "consolidar a equipe", pois "todas as vagas estão abertas e não há um grupo fechado" e por isso a comissão técnica seguirá observando os 70 jogadores pré-selecionados e outros que possam chegar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo