Esporte

Em carta, Messi diz que vídeos foram editados e não mostram xingamento

Reprodução
Imagem: Reprodução

30/03/2017 07h13

Barcelona, 30 mar (EFE).- O atacante Lionel Messi se defendeu em uma carta enviada ao Comitê Disciplinar da Fifa, afirmando que não xingou um dos assistentes na partida entre Argentina e Chile, pelas Eliminatórias para a Copa de 2018, mas que lançou palavrões "no ar", mas pediu desculpas, depois de ter sido punido por quatro partidas.

Messi retornou na noite de quarta-feira para Barcelona e não quis falar com os veículos de imprensa, mas escreveu uma carta dirigida a Fifa, pedindo que seja retirada a punição, embora ele já tenha tenha ficado de fora do confronto contra a Bolívia, na terça-feira, em La Paz.

"Minha postura é apoiada pelo meu legado de conduta, ao longo da minha carreira, que é irrepreensível, não tendo praticamente expulsões em todo o tempo como jogador de futebol profissional, tanto pelo meu clube, como em minha seleção. Em qualquer caso, nunca por ofensas como as descritas neste expediente", afirmou.

O jogador do Barcelona defende que realizou um diálogo com o auxiliar brasileiro Emerson Augusto de Carvalho "de forma amigável", sem o conteúdo da conversa, em sua opinião, "ter ofendido ou insultado o árbitro".

"Prova esta situação que o assistente jamais chamou o árbitro principal para me advertir por conta da minha conduta", afirmou Messi.

"Os vídeos estão editados e não podem comprovar sua veracidade, não mostram em nenhum momento que tenha existido uma ofensa da minha parte ao assistente 1, nem uma conduta lesiva do código disciplinar da Fifa. Algumas das minhas palavras ditas jamais foram dirigidas a sua pessoa, mas foram jogadas ao ar, e obviamente peço desculpas por isso", afirmou.

Fabregas defende amigo

O jogador Cesc Fabregas saiu em defesa de Lionel Messi. Ex-atleta do Barça, Fabregas disse que mantém imagem irretocável perante os fãs e que é difícil tirá-lo do sério.

“Eu admiro demais o Messi, por tudo o que ele fez pelo futebol, pelo o que ele representa às crianças do mundo e para muitas pessoas que cresceram gostando e futebol. Ele é muito humilde”, disse Fabregas ao Goal.com

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo