Esporte

FIA anuncia motores mais baratos e barulhentos na F-1 a partir de 2021

Da EFE

01/04/2017 12h54

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou neste sábado que, durante reunião realizada ontem em sua sede, em Paris, definiu que, a partir de 2021, os motores híbridos dos carros que disputarão o Campeonato Mundial de Fórmula 1 serão mais baratos e emitirão mais barulho.

A entidade garantiu que a intenção segue sendo manter a categoria como "cúpula tecnológica do automobilismo esportivo", sendo um laboratório para o desenvolvimento de mecanismos, equipamentos e sistemas que serão vistos nos carros de rua no futuro.

Exatamente, por isso, a partir da temporada de 2021, "as unidade de potência serão poderosas, por outro lado, cada vez mais simples e menos custosas, em seu desenvolvimento e produção". Outra intenção é aumentar o som dos motores para que "os pilotos possam ser agressivos na condução o tempo todo".

A FIA revelou que ontem, o presidente da entidade, o francês Jean Todt, se reuniu com os atuais fabricantes da Fórmula 1, e com representantes de outras marcas que não estão envolvidas na categoria neste momento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo