Esporte

Ex-auxiliares de Tata Martino processam AFA e exigem quase R$ 10 milhões

Juan Mabromata/AFP Photo
Imagem: Juan Mabromata/AFP Photo

Da EFE, em Buenos Aires

04/04/2017 16h28

A Associação do Futebol Argentino está sendo processada por três auxiliares que trabalharam com o técnico Gerardo Martino na seleção do país vizinho e consideram que o treinador foi demitido, e não renunciou ao cargo, como foi divulgado na época.

Os três ex-funcionários da AFA, Jorge Pautasso, Adrián Coria e Raúl Marcovich exigem US$ 3 milhões (R$ 9,2 milhões), segundo o advogado dos três, Daniel Crespo.

"Martino não renunciou, o tiraram de lá. No futebol argentino, as relações com os técnicos terminam de maneira pouco claras. Martino regulou sua situação, mas eles, não", disse Crespo ao canal "TyC Sports" nesta terça-feira.

Em 5 de julho de 2016, a AFA emitiu um comunicado no qual foi anunciado que a comissão técnica decidiu pedir demissão devido à indefinição na escolha de novas autoridades e aos graves inconvenientes para conseguir formar o elenco para disputa dos Jogos Olímpicos do ano passado.

'Tata' Martino deixou a seleção em meio a uma crise institucional da AFA que acarretou na intervenção de uma comissão criada pela Fifa e a Conmebol.

"Martino se sentiu jogado. Isso ocorre muitas vezes. No futebol, às vezes não comunicam fidedignamente as decisões, é necessário esclarecer tudo muito bem. Se fosse uma renúncia, eles não teriam de pagar, mas se não foi um pedido de demissão, é preciso pagar até o fim do contrato. É isso que eles reivindicam", explicou o advogado.

Martino assumiu a seleção argentina em 12 de agosto de 2014, substituindo Alejandro Sabella, que dirigiu a 'Albiceleste' até a derrota para Alemanha, na final da Copa de 2014, no Brasil.

Sob a direção técnica do ex-técnico do Barcelona, a Argentina foi vice-campeã das duas últimas edições da Copa América, em 2015 e 2016, ambas perdendo para o Chile nos pênaltis na decisão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo