Esporte

Mauro Silva se diz emocionado na volta à Galícia 10 anos depois

12/04/2017 21h47

La Coruña, 12 abr (EFE).- O ex-volante Mauro Silva demonstrou nesta quarta-feira toda a emoção de pisar em La Coruña nesta quarta-feira após dez anos longe da cidade onde viveu de 1992 e 2005 jogando pelo Deportivo.

O ex-jogador, campeão mundial pela seleção brasileira em 1994, esteve no estádio Santiago Bernabéu no último sábado para assistir ao empate entre Real Madrid e Atlético de Madrid em 1 a 1. Nesta terça, viu no Juventus Stadium a vitória dos donos da casa sobre o Barcelona por 3 a 0, e nesta quarta participou do encerramento de uma colônia de futebol de três dias de duração para meninos e meninas na Galícia, evento itinerante que há 18 anos leva seu nome.

"Estou muito contente, feliz, emocionado. Honestamente, não esperava uma expetativa assim, com tantos pais e meninos. Sempre que venho a La Coruña acontece algo especial, temos uma relação que transcende a parte humana, de carinho. É difícil explicar, mas estou muito grato a todos os que vieram. Eu me sinto muito querido", comentou o ex-volante, que antes de atender a imprensa respondeu a perguntas das crianças e de alguns pais.

No sábado, em jogo contra o Málaga, Mauro Silva voltará ao estádio Riazor pela primeira vez desde que pendurou as chuteiras, em 2005, após conquistado seis títulos pelo La Coruña e ter se tornado um dos maiores ídolos da história da equipe.

"Não costumo chorar, mas há momentos em que a gente se emociona muito. Tentarei aguentar firme", brincou o ex-atleta, que recentemente foi escolhido o melhor jogador da história do 'Depor' em votação realizada no site do clube.

"O Deportivo é minha equipe, e La Coruña é minha casa. Eu me sinto um corunhês. Não venho aqui tanto quanto gostaria por causa do trabalho, mas acredito que a cada vez que venho vale a pena por todo o tempo em que estive longe", afirmou.

Depois de ter obtido um título do Campeonato Espanhol, dois da Copa do Rei e três da Supercopa da Espanha nas décadas de 1990 e 2000, o La Coruña foi rebaixado duas vezes nos últimos anos e é apenas o 16º colocado de 'La Liga', a seis pontos da zona de descenso.

"Há alguns anos estamos em uma situação que não é tão agradável, tão cômoda. Desfrutamos durante muitos anos, mas assim é a vida, há momentos bons e outros que não são tão bons. É preciso estarmos preparados para tudo. O mais importante é a luta, o sacrifício e a entrega. Isso não pode faltar", aconselhou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo