Esporte

Chileno é eleito presidente da Odepa; Nuzman foi o 3º colocado

26/04/2017 14h39

Punta del Este, 26 abr (EFE).- O chileno Neven Ilic foi eleito nesta quarta-feira presidente da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), com 26 votos, um a mais que o dominicano José Joaquín Puello, durante a Assembleia Geral da entidade, realizada no Uruguai.

O novo mandatário será o sucessor do uruguaio Julio Cesar Maglione, que comandou interinamente a organização desde a morte do mexicano Mario Vázquez Raña, em 2015.

Antes da votação definitiva entre Ilic e Puello, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, havia sido eliminado ao ficar em terceiro lugar.

A votação final foi apertada até o último momento, já que Puello se mantinha à frente com 23 votos que eram insuficientes para alcançar a vitória por maioria absoluta no primeiro turno. Ilic e Nuzman, que tinham empatado em segundo lugar com 14 votos, tiveram que desempatar e Nuzman, que era o favorito, ficou fora da disputa.

Ilic, de 55 anos, marca uma mudança geracional a respeito de seus antecessores e em relação aos concorrentes, Nuzman, de 75, e Puello, de 76 anos.

O novo presidente foi diretor da Federação de Tênis do Chile entre 2000 e 2004. Em outubro desse ano, assumiu como presidente do Comitê Olímpico do país, cargo que desempenha até hoje. Além disso, foi presidente do Comitê Organizador para os Jogos Sul-Americanos de Santiago, em 2014.

Antes da votação, os três candidatos discursaram sobre diferentes propostas e ideais. Todos coincidiram na necessidade de apoiar os mais jovens para que se desenvolvam no mundo do esporte.

O primeiro a falar foi Nuzman, que prometeu "trabalhar dia e noite" pela Odepa e garantiu que, apesar da idade, tinha "toda a energia" para ocupar o cargo. Puello destacou que uma de suas principais motivações era "fazer uma Odepa moderna", reconhecendo sempre o trabalho dos presidentes anteriores.

O ganhador disse que buscava representar "uma nova geração", que deveria mostrar suas capacidades, e acrescentou que tinha as ferramentas necessárias para apoiar o desenvolvimento do esporte pan-americano.

Após a divulgação dos resultados, Ilic fez outro breve discurso, no qual ressaltou que, a partir de agora, a Odepa será "uma grande família" e que todos os países integrantes poderão contar com ele.

A votação foi secreta, com cédulas depositadas em uma urna. Os países organizadores dos Jogos Pan-Americanos tinham direito a voto duplo.

A Odepa realizou nesta quarta-feira, no Centro de Convenções de Punta del Este, as primeiras eleições presidenciais da entidade com vários candidatos depois de quatro décadas. Representantes dos 41 comitês olímpicos das Américas participaram da votação.

fa/vnm

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo