Esporte

Mesmo com time misto, Galo goleia na Bolívia e se aproxima da classificação

03/05/2017 22h31

(Corrige situação do Atlético no grupo).

Warnes (Bolívia), 3 mai (EFE).- Em ritmo de treino e poupando forças para a final do Campeonato Mineiro, o Atlético goleou o Sport Boys por 5 a 1 nesta quarta-feira fora de casa, na cidade boliviana de Warnes, e ficou muito perto de se classificar para as oitavas de final da Taça Libertadores com uma rodada de antecipação.

Como a conquista da vaga já estava encaminhada, com a necessidade de um empate em dois jogos, o técnico Roger Machado optou por escalar time misto no estádio Ramón Tahuichi Aguilera. Jogadores importantes e que estavam desgastados, como o zagueiro Gabriel e os atacantes Robinho e Fred, foram poupados. Os dois homens de frente ficaram no banco, enquanto o defensor não foi aproveitado sequer entre os reservas.

Mesmo sem força máxima e alternando entre a alta intensidade e a lentidão, a equipe de Belo Horizonte venceu com facilidade. Os gols do Galo foram de Cazares, com dois, Rafael Moura, Elias e Otero, com um cada, enquanto Castillo, ex-Atlético, fez o de honra do time boliviano.

A vitória levou o campeão continental de 2013 à liderança do grupo 6, com dez pontos e saldo de gols melhor que o Godoy Cruz, que tem a mesma pontuação e nesta quinta-feira visitará o Libertad, terceiro colocado, com quatro pontos.

Assim, para selar a vaga, o Galo precisa de um tropeço do time paraguaio ou de um empate com o representante da Argentina na Arena Independência, no próximo dia 16.

No Sport Boys, que tem um ponto e ainda briga por vaga na Copa Sul-Americana, o técnico paraguaio Pablo Caballero, que assumiu o cargo há seis dias, após a saída do espanhol Xabier Azkargorta, não pôde contar com o colombiano Jherson Córdoba, expulso na derrota de 3 a 1 para o Godoy Cruz, na quinta-feira passada.

Além de Castillo, a equipe mandante contou com outros dois jogadores conhecidos no Brasil, o meia Edivaldo Rojas, campeão nacional pelo Atlético-PR em 2004 e que nasceu no país, mas tem mãe boliviana e já defendeu 'La Verde', e o atacante Tenorio, ex-Vasco.

Com menos de um minuto de bola rolando, o Atlético deixou claro que mandaria na partida. Após rebatida ruim da zaga, Otero recolheu, encheu o pé de fora da área e acertou a trave. Na resposta dos donos da casa, logo depois, Rojas desceu pela direita e perdeu para Fábio Santos.

O jogo era todo do time visitante, que não demorou a abrir o placar. Aos dez minutos, em saída rápida para o ataque, Rafael Moura fez a enfiada. Coimbra falhou feio, Cazares saiu cara a cara e tocou por baixo na saída do goleiro Arias.

Mantendo o embalo, o campeão da América em 2013 aumento a vantagem aos 16, em outra descida em velocidade. Otero fez o desarme e serviu Rafael Moura, que finalizou com força, no ângulo, e marcou o segundo.

A partir de então, o Atlético passou a jogar "quando quis". O ritmo caiu, e o time passou a correr alguns riscos. Aos 23 minutos, depois do chuveirinho, Felipe Santana afastou mal, e Tenorio ia tendo a chance de descontar, mas Marcos Rocha rechaçou.

Na tentativa de manter o bom momento, o Sport Boys desceu novamente aos 30. Castillo cruzou com força, e Tenorio apareceu entre os defensores para pegar de primeira, mas a batida do 'Demolidor' subiu muito e saiu.

Mesmo inferior tecnicamente, a equipe anfitriã soube se aproveitar da acomodação do adversário e reduziu a diferenças aos 41. Tenorio arrematou de cabeça, a bola bateu no braço de Leonardo Silva, e a arbitragem marcou pênalti. Castillo, que defendeu o Galo em 2008, fez valer a "lei do ex" e converteu.

Assim como no primeiro tempo, Otero acertou a trave com um minuto na etapa final. O meia venezuelano dominou na entrada da área pela esquerda, chutou rasteiro cruzado e acertou o pé do poste. Na sequência, aos quatro, Cazares partiu livre e poderia ter driblado Aris, mas preferiu o arremate e parou no arqueiro boliviano.

O ímpeto dos atleticanos não era dos maiores, mas mesmo assim o time mineiro transformou o placar em goleada. Aos 15 minutos, Elias foi lançado e ajeitou de peito para Rafael Moura, que chutou de primeira. Após bater na trave e em Arias, a bola sobrou livre para o próprio Elias, que completou para o gol vazio e assinalou o terceiro.

Dois minutos depois, Otero deixou o seu em cobrança de falta. Mesmo de muito longe, o venezuelano colocou um efeito traiçoeiro, o goleiro aceitou e foi vazado pela quarta vez na partida.

Em seguida, aos 17, Edivaldo também tentou surpreender em batida de fora e tirou tinta da trave direita. A jogada, contudo, foi isolada, e a partida voltou a esfriar. Roger então aproveitou para descansar mais alguns titulares, Marcos Rocha, Leonardo Silva e Elias.

Aos 26, Carlos César apareceu pela primeira vez e acionou Cazares, que mandou para a área, mas nem chutou, nem cruzou, e Rafael Moura não conseguiu completar.

O quinto poderia ter saído aos 33 minutos, em contra-ataque puxado por Yago, um dos que ganharam uma chance no segundo tempo. O volante partiu em três contra dois, mas errou passe para Carlos César.

Ainda houve tempo e futebol para mais um, que aconteceu aos 43. A bola foi de pé em pé no ataque atleticano até chegar a Yago, que desta vez caprichou e deixou Cazares livre. O meia ajeitou o corpo e bateu por baixo para superar Arias e fechar a conta.



Ficha técnica:.

Sport Boys: Arias; Galindo, Zampiery, Meleán, Coimbra e García (Candía); Capdevilla, Messidoro e Edivaldo Rojas; Castillo (Vaca) e Tenorio (Ovejero). Técnico: Pablo Caballero.

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha (Carlos César), Leonardo Silva (Erazo), Felipe Santana e Fábio Santos; Adilson, Rafael Carioca, Elias (Yago) e Otero; Cazares e Rafael Moura. Técnico: Roger Machado.

Árbitro: Jesús Valenzuela (Venezuela), auxiliado pelos compatriotas Carlos Lopez e Elbis Gomez.

Cartões amarelos: Galindo e Messidoro (Sport Boys); Rafael Carioca e Otero (Atlético-MG).

Gols: Castillo (Sport Boys); Cazares (2x), Rafael Moura, Elias e Otero (Atlético-MG).

Estádio: Ramón Tahuichi Aguilera, em Warnes (Bolívia).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo