Esporte

Djokovic desfaz parceira com equipe de treino habitual

05/05/2017 09h47

Belgrado, 5 mai (EFE).- O número dois no Ranking da ATP, o sérvio Novak Djokovic, anunciou nesta sexta-feira que desfez a cooperação com seu treinador desde 2006, o eslovaco Marian Vajda, na busca de melhorias em seu "nível de jogo" e para recuperar "a chama vencedora".

Segundo uma mensagem no Twitter Djokovic também terminou a cooperação com a preparadora física, Gebhard Phil Gritsch, e o fisioterapeuta, Miljan Amanovic.

O acordo de Djokovic e membros de sua equipe foi encerrado, "apesar da fantástica cooperação no período passado", após "uma análise detalhada do jogo, dos resultados conseguidos, e dos planos privados de cada um".

O ex-número um do mundo não recuperou sua forma desde meados do ano passado, após ganhar o torneio de Roland Garros.

"Estou agradecido infinitamente a Marian, Gritsch e Miljan por uma década de amizade, consagração, profissionalismo e dedicação a meus objetivos na carreira. Sem seu apoio não teria atingido resultados tão grandes no tênis", disse Djokovic.

"Não foi uma decisão fácil, mas sentimos juntos que precisamos de uma mudança", escreveu Djokovic, lembrando que durante anos de cooperação construíram "um vínculo inquebrável" e que eles são parte de sua "família, algo que não vai mudar nunca".

"Quero continuar aumentando o nível de meu jogo e minha força, e é um processo contínuo. Gosto desse momento, é como voltar a começar uma coisa nova. Gosto deste desafio. Sou um caçador, e meu maior objetivo é encontrar novamente a chama vencedora em quadra", disse.

Djokovic disse que "não tem pressa" para encontrar um novo treinador e que enquanto isso trabalhará sozinho.

"Sinto que este é um novo capítulo em minha vida. Minha carreira sempre foi morro acima, e agora estou experimentando como é quando o caminho te leva a um sentido diferente. Desejo encontrar a forma de voltar ao cume, mais forte e mais resistente", disse.

"Estou muito confiante no processo, e por isso vou precisar de um tempo para encontrar uma pessoa certa com quem possa me conectar profissionalmente", declarou o tenista sérvio.

No final do ano passado, Djokovic também terminou seu trabalho com o alemão Boris Becker depois de ele permanecer no grupo por quase três anos e dominar o ranking mundial durante quase todo esse período.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo