Esporte

Dois dias após vice estadual, Ponte busca classificação na Sul-Americana

Ronny Santos/Folhapress
Pottker Ponte Preta Corinthians Paulistão Imagem: Ronny Santos/Folhapress

08/05/2017 17h59

Pouco mais de 50 horas após ter empatado com o Corinthians em 1 a 1 em Itaquera e ter sido vice-campeã paulista, a Ponte Preta entrará em campo novamente nesta terça-feira, às 21h45, para enfrentar o Gimnasia La Plata, fora de casa, pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

Não há tempo para lamentações na Macaca. Após o sétimo vice estadual na história do clube, o time do técnico Gilson Kleina precisará de um empate com gols ou de uma vitória no estádio Juan Carmelo Zerillo, na cidade argentina de La Plata, para se classificar. Isso porque na ida, em Campinas, o placar foi de 0 a 0.

A delegação da Ponte já chegou à Argentina nesta segunda-feira. O objetivo é deixar a perda do título para trás o quanto antes e não se deixar influenciar pelo revés. A diretoria até tentou remarcar a partida para descansar mais, mas a Conmebol rejeitou o pedido.

"A derrota (no Paulistão) não nos desanima. Já estamos concentrados na Sul-Americana e esperamos garantir a classificação à próxima fase. O que mais nos preocupa é a recuperação física, mas estou muito satisfeito com os jogadores, e esperamos voltar com a classificação", disse Kleina.

O time paulista terá novidades no ataque, já que a final do estadual representou a despedida do atacante Willian Pottker, negociado com o Internacional. Além disso, Lucca terá de cumprir suspensão, o que levará a dupla de frente a ser formada por Yuri e Lins.

O Gimnasia também vem de um resultado ruim, a derrota para o Racing por 1 a 0 no sábado, pelo Campeonato Argentino. A equipe de La Plata tem a melhor defesa da competição nacional, com 16 gols sofridos em 23 rodadas, mas ocupa apenas a 12ª posição na tabela de classificação, com 34 pontos, a nove do Colón, que fecha a zona de Taça Libertadores.

Porém, ao contrário de Kleina, que escalou força máxima no fim de semana por se tratar de uma final, Gustavo Alfaro pôde poupar alguns atletas pensando no jogo desta terça.

"Não estamos abatidos, mas sim preocupados e chateados. Sabemos que temos que tomar as rédeas da partida de qualquer jeito. Por isso, daqui até a terça-feira, não vamos lamentar e vamos nos fortalecer porque a classificação é possível", declarou o meio-campista Sebastián Romero após a derrota no estádio El Cilindro.

Prováveis escalações:

Gimnasia La Plata: Arias; Oreja, Romero, Guanini e Licht; Carrera, Perdomo, Rinaudo e Aleman; Mazzola e Contín. Técnico: Gustavo Alfaro.

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Kadu e Artur; Fernando Bob, Elton, Jadson e Clayson; Yuri e Lins. Técnico: Gilson Kleina.

Árbitro: Esteban Ostojich (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Miguel Nievas e Gabriel Popovits.

Estádio: Juan Carmelo Zerillo, em La Plata (Argentina).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo