Esporte

"Nadal sempre é o favorito para ganhar Roland Garros", afirma Nishikori

08/05/2017 11h11

Miguel Luengo.

Madri, 8 mai (EFE).- Há três anos, o japonês Kei Nishikori esteve a apenas dois games de ganhar o Masters 1.000 de Madri na final disputada contra o espanhol Rafael Nadal.

De volta ao torneio nesta semana, ele lembrou em entrevista à Agência Efe como deixou escapar aquela grande oportunidade, desejando se reencontrar com o saibro da capital espanhola. No entanto, Nishikori revelou ter apenas uma certeza: Nadal é sempre favorito em torneios nesse tipo de piso. E, claro, também sai na frente dos demais quando o assunto é Roland Garros.

"Foi uma pena porque eu estava com vantagem no segundo set inclusive, e foi uma decepção me lesionar nessa hora", disse o japonês, lembrando como dominava o espanhol quando vencia por 6-2 e 4-2, quando sentiu um problema no quadril que o impediu de manter o mesmo ritmo e provocou por 6-4 no set e o abandono na sequência.

"Nunca me rendo, mesmo quando meu rival é um grande jogador. Gostaria de ter vencido o título e não me lesionar, mas foi de outra forma. Tomara que nesse ano eu possa voltar à final", indicou.

Nishikori também teve que desistir do ATP 500 de Barcelona recentemente, torneio que conquistou em 2014 e 2015, devido a uma lesão na munheca. Sem o japonês para atrapalhá-lo, Nadal voltou a levantar a taça após vencer o austríaco Dominic Thiem.

"Estou melhor, mas diria que não 100% ainda. Estou jogando os pontos de forma habitual e tenho mais dois dias para entrar em forma. Vamos ver como me recupero. Foi uma pena ter que faltar ao torneio em Barcelona, por isso quero jogar muito bem nestas duas semanas. As primeiras rodadas são muito importantes e estou contente de voltar a Madri", afirmou.

"Sempre jogo bem esse torneio, inclusive pela altitude (Madri está a 667 metros acima do nível do mar). É muito importante para mim porque será meu primeiro torneio no saibro da temporada. Essas semanas são importantes porque preciso adquirir confiança, jogar partidas neste piso e encontrar meu ritmo", afirmou.

"Me sinto cômodo e feliz de jogar aqui. Madri é um pouco diferente de Barcelona. Aqui aproveitou que a bola viaja com mais velocidade e é muito mais fácil para jogar no fundo, bater com mais força e velocidade. Ajustar meu jogo aqui é mais fácil sempre", explicou o oitavo colocado no ranking mundial.

Nishikori sabe que atualmente Rafael Nadal é o homem a ser batido, mas não descarta uma reação de Andy Murray e Novak Djokovic, que vem mal na temporada, na sequência do saibro.

"Nadal é sempre o favorito para ganhar Roland Garros, e neste ano tem mais oportunidades após vencer em Monte Carlo e Barcelona. Ele está jogando muito bem outra vez neste ano, mas tenho certeza que tanto Andy como Novak voltarão fortes nesta semana. Será emocionante ver o desenrolar disso tudo", disse o japonês.

Sobre a decisão de Djokovic de romper com toda sua equipe técnica, Nishikori disse estar convencido de que o sérvio tomará as decisões corretas.

"Não tenho muita informação e não quero me equivocar, mas, sem dúvida, foi uma grande surpresa. Tenho certeza que ele encontrará alguém apropriado para ele. No meu caso, estou muito contente com minha equipe, não mudarei nada. Mas compreendo que alguns precisem de pessoas novas ao seu redor, de ar fresco", comentou.

Nishikori também afirmou que o feito de Roger Federer neste ano ao vencer seu 18º título de Grand Slam com a conquista do Aberto da Austrália, além dos Masters 1.000 de Indian Wells e Miami, é algo incrível. Ele próprio não se vê fazendo o mesmo quando tiver a atual idade do suíço, hoje com 35 anos.

"Não acredito, Roger é um jogador de incrível talento e por isso fez o que fez. Trabalhou muito duro com sua equipe fora da quadra, e é incrível ver que ainda esteja ganhando títulos, querendo melhorar ainda mais", disse o japonês.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo