Topo

Esporte

Nadal diz que projeto de Piqué para o tênis "não é contestação à Copa Davis"

11/05/2017 19h25

Madri, 11 mai (EFE).- O espanhol Rafael Nadal esclareceu nesta quinta-feira o projeto do zagueiro Gerard Piqué de criar um torneio de tênis como uma Copa do Mundo por equipes, mas que não se trata de "uma contestação à Copa Davis", e disse que o jogador do Barcelona não era o "líder" do grupo que pretende organizar a competição.

"Sei que já há algum tempo havia um grupo que queria montar uma competição de campeonato mundial, seria muito bonito e interessante. O formato é de dez dias no mesmo lugar, uma iniciativa fantástica e tomara seja assim", disse Nadal em Madri, onde disputa o Masters 1000.

O 'Touro Miúra' negou que a nova ideia seja uma resposta provocada por uma suposta insatisfação com o formato da Copa Davis e ressaltou o peso da tradicional competição internacional.

"Seria uma resposta se nós (jogadores) quiséssemos organizar, mas não é um projeto que vem de nós, nem é uma contestação a nada, simplesmente é uma iniciativa nova que surge. É um evento especial, lindo, tipo a Copa do Mundo, todos no mesmo lugar, e acredito que para os torcedores e para o circuito falta um evento assim", disse Nadal.

"Não é uma contestação à Taça Davis, que é uma competição importante na qual tive a sorte de competir por muitos anos, e que me deu momentos de adrenalina e felicidade únicas. Não falarei mal da Copa Davis", acrescentou.

Nadal também confessou que, embora apoie a ideia do novo torneio de tênis, nem falou sobre o assunto com Piqué.

"Não conheço Gerard, nem falei com ele, nem acredito que ele seja o "líder" de tudo isto. Mas tomara que sua ideia e proposta cheguem a uma boa conclusão", analisou.

Mas, apesar de ter negado que a nova proposta seja uma resposta à Davis, o espanhol admitiu que gostaria de ver mudanças no formato da competição.

"Agora há um novo presidente e uma nova direção que certamente vão tentar fazer coisas. Não como antes, que houve uma série de senhores que ficaram totalmente parados e não souberam se adaptar aos tempos novos nem buscar soluções para uma competição que tem ficado um pouco parada no tempo", opinou Nadal.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte