Esporte

Lavezzi é acusado de racismo na China por causa de foto com "olhos puxados"

15/05/2017 12h38

Pequim, 15 mai (EFE).- O atacante argentino Ezequiel Lavezzi, do Hebei Fortune, da China, está sendo acusado de racismo, por aparecer em uma foto simulando ter olhos puxados, o que provocou forte reação nas redes sociais.

Nesta segunda-feira, o jogador divulgou um comunicad, em que pede "mil desculpas" por qualquer problema criado e garantiu nunca ter tido "a má intenção de humilhar as pessoas de nacionalidade chinesa".

"Aprendi desta vez e prometo que isso não voltará a acontecer", escreveu Lavezzi.

O jogador argentino participou de ensaio para promover a disputa da primeira divisão do Campeonato Chinês, mas a imagem em que colocava os dedos no rosto, puxando os olhos, só foi divulgada posteriormente.

Nesta semana, Lavezzi já tinha sido protagonista de polêmica, com a divulgação pelo site "Football Leaks", do valor do salário que recebe no clube, que giraria em torno de 49 milhões de euros (R$ 167,4 milhões).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo