Esporte

Com 10 desde o 1º tempo, Peixe empata em La Paz e garante classificação

17/05/2017 21h45

La Paz, 17 mai (EFE).- Mesmo jogando com um homem a menos desde os 22 minutos do primeiro tempo, o Santos empatou com o The Strongest em 1 a 1 nesta quarta-feira, no estádio Hernando Siles, na altitude de 3,6 mil metros de La Paz, e se garantiu nas oitavas de final da Taça Libertadores com uma rodada de antecipação.

O Peixe ficou com um a menos devido a expulsão de Bruno Henrique e, ainda antes do intervalo, sofreu um gol de Chumacero. Porém, na etapa final, Vitor Bueno igualou o placar e confirmou a presença do tricampeão da América entre os 16 melhores do torneio continental.

O time paulista ainda teve de sofrer até o último instante. Aos 37 minutos da etapa final, Vanderlei cometeu pênalti, mas Pablo Escobar bateu para fora, desperdiçando a chance de dar a vitória ao 'Tigre'.

No outro jogo pela quinta rodada do grupo 2, o Independiente Santa Fé visitou o Sporting Cristal e venceu por 2 a 0, com gols de Arango e Plata.

Com os resultados, o Santos se manteve como líder da chave, agora com nove pontos e ainda com um a mais que o Strongest, segundo colocado. O Santa Fé é terceiro, com sete, enquanto o representante peruano, já eliminado, segura a lanterna, com dois.

Como os times de Colômbia e Bolívia se enfrentarão na última rodada, na próxima terça-feira, em Bogotá, o Alvinegro Praiano corre risco de ser ultrapassado por apenas um concorrente. Para se garantir na liderança, entretanto, precisará derrotar o Sporting Cristal na Vila Belmiro.

Dorival Junior teve uma série de desfalques por conta de lesões, principalmente na defesa. Os laterais Zeca e Caju e os zagueiros David Braz, Gustavo Henrique e Luiz Felipe estão entregues ao departamento médico. Por outro lado, o atacante Copete, que não pôde enfrentar o Fluminense na estreia no Brasileirão, no último domingo, se recuperou e atuou improvisado na lateral esquerda.

O treinador do Santos surpreendeu ao deixar Ricardo Oliveira entre os reservas. Com isso, a dupla de ataque foi formada por Bruno Henrique e Hernández.

No Strongest, o técnico César Farías teve à disposição os principais jogadores do elenco, entre eles o volante Chumacero, ex-jogador do Sport e artilheiro desta Libertadores, agora com oito gols. Pablo Escobar, que defendeu Ponte Preta e Santo André, entre outros times do Brasil, também atuou.

Chumacero começou o jogo dando trabalho ao goleiro Vanderlei, que defendeu com dificuldade um chute de fora da área, logo aos cinco minutos do primeiro tempo. No lance seguinte, o zagueiro brasileiro Marteli empurrou para a rede, mas foi flagrado em posição irregular.

'Chumasteiger', como o meia é chamado na Bolívia, estava com tudo. Aos 11, ele fez o desarme no campo de ataque e serviu Alonso, que não conseguiu concluir. Pouco depois, aos 18, Vanderlei trabalhou duas vezes, em finalização de pé direito de Escobar e em cabeceio de Chumachero.

Único jogador com cartão amarelo na partida até então, Bruno Henrique foi expulso aos 22 minutos. O atacante entrou duro em Chumacero, por cima, e foi para o chuveiro mais cedo, deixando o Peixe com dez.

Em um primeiro momento, o Strongest não conseguiu fazer valer a vantagem numérica. A defesa santista estava bem postada e, quando um falhava, outro corrigia. Foi assim aos 31, quando Donizete recuou mal, mas Cleber afastou.

Os visitantes resistiram até os 39, quando o volante-artilheiro atacou novamente. Pérez cruzou da esquerda e Alonso pegou mal na bola, mas, atento e oportunista, Chumacero completou para a rede e fez 1 a 0.

O tricampeão da América foi em busca do empate e tentou com estilo. Aos 45 minutos, depois do escanteio, Lucas Veríssimo ajeitou e emendou uma bicicleta, que passou por cima do travessão.

A segunda etapa começou morna, mas aos poucos os donos da casa foram voltando a pressionar. Aos 11 minutos, Renato errou passe, Alonso partiu livre e teve tudo para aumentar a vantagem, mas Vanderlei salvou. Um minuto depois, Chumacero cruzou e Diego Bejarano arrematou por cima.

Sem poder de fogo para "matar" a partida, a equipe anfitriã acabou castigada pelo talento de Lucas Lima. Aos 23, meia foi acionado com espaço pela direita, passou por Pérez e cruzou para Vitor Bueno, que finalizou e deixou tudo igual.

Como o empate já garantia a classificação, Dorival recuou a equipe, colocando Léo Cittadini no lugar do autor do gol. Aos 33, Pablo Escobar fez um bom passe para Diego Bejarano, que pegou mal e sequer assustou Vanderlei.

Por sua vez, César Farías colocou seus comandados no ataque, inclusive com a entrada de Pedrozo. Aos 37, cerca de dez minutos depois de ter entrado, o camisa 11 driblou o goleiro, foi derrubado e sofreu pênalti. Era a chance do desempate, mas Pablo Escobar exagerou na força ao cobrar por cavadinha e bateu para fora.

Os últimos instantes foram de certo desespero do representante boliviano, que até ficou mais com a bola, mas não teve muita organização. Demonstrando tranquilidade, o Santos segurou o resultado e se garantiu nas oitavas.



Ficha técnica:.

The Strongest: Vaca; Diego Bejarano, Martelli, Maldonado e Pérez; Veizaga (Pedrozo), Wayar, Castro e Chumacero (Ramallo); Pablo Escobar e Alonso (Vargas). Técnico: César Farías.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Cleber e Copete; Leandro Donizete, Renato, Lucas Lima (Jean Mota) e Vitor Bueno (Léo Cittadini); Bruno Henrique e Hernández (Kayke). Técnico: Dorival Júnior.

Árbitro: Darío Herrera (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Diego Bonfa e Iván Nuñes.

Cartões amarelos: Pérez e Castro (The Strongest); Bruno Henrique, Lucas Lima e Vanderlei (Santos).

Cartão vermelho: Bruno Henrique (Santos).

Gols: Chumacero (The Strongest); Vitor Bueno (Santos).

Estádio: Hernando Siles, em La Paz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo