Esporte

Australianos deixam time da 1ª divisão chinesa por falta de pagamento

18/05/2017 13h27

Sydney (Austrália), 18 mai (EFE).- Os australianos Robbie Kruse e James Holland romperam o contrato com o Liaoning Whowin, da primeira divisão chinesa, por falta de pagamento, como confirmou nesta quinta-feira o sindicato de jogadores de futebol do país da Oceania (PFA).

O presidente executivo da PFA, John Didulica, explicou em um comunicado que a quebra do vínculo ocorreu porque o clube descumpriu suas obrigações com os dois atletas.

"Os jogadores haviam avisado ao clube para que solucionasse a situação, mas o clube não fez isso, motivo pelo qual os dois jogadores rescindiram seus respectivos contratos. Foi uma razão justa, em linha com os regulamentos da Fifa", acrescentou Didulica, ex-goleiro da seleção australiana.

"Agora eles são agentes livres e com o direito de assinar com os clubes que escolherem", acrescentou.

Kruse foi contratado junto ao Bayer Leverkusen, enquanto Holland defendia o Adelaide United. Ambos foram contratados pelo Whowin, nono colocado do Campeonato Chinês, em janeiro deste ano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo