Esporte

Jovem que tentou extorquir esposa de Schumacher ficará em liberdade vigiada

18/05/2017 14h41

Berlim, 18 mai (EFE).- O tribunal de primeira instância de Reutlingen, no sudoeste da Alemanha, condenou nesta quinta-feira a 21 meses de liberdade vigiada um jovem que tentou de extorquir a esposa do piloto de Fórmula 1 alemão Michael Schumacher.

O condenado, de 25 anos, exigiu 900 mil euros de Corinna Schumacher e a ameaçou com represálias contra seus filhos caso o pagamento não fosse realizado, segundo confirmou o advogado da defesa à imprensa alemã após a leitura da decisão.

O jovem pôde ser rapidamente identificado pelas forças de segurança, já que o e-mail no qual exigia o pagamento tinha seu número de conta corrente, aberta no Deutsche Bank.

"A polícia estava atrás da pista do chantagista em questão de minutos", reconheceu o advogado da defesa, Achim Unden.

Além disso, a sentença considera provado que o condenado tentou extorquir também uma empresa próxima a sua residência ao exigir a mesma quantia. Dessa vez, no entanto, ele utilizou uma carta, com o mesmo número de conta corrente.

Corinna Schumacher tinha sido convocada como testemunha para depor, mas não compareceu porque sua presença não era obrigatória e o acusado já havia reconhecido os fatos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo