Esporte

Chapecoense vai para última rodada com um olho no campo e outro no tribunal

22/05/2017 15h57

Chapecó (Santa Catarina), 22 mai (EFE).- A Chapecoense recebe nesta terça-feira o Zulia, da Venezuela, com chances de classificação para as oitavas de final da Taça Libertadores, mas ainda aguardando julgamento do caso envolvendo suspensão ao zagueiro Luiz Otávio.

A equipe catarinense, que conseguiu vitória épica sobre o Lanús por 2 a 1, na Argentina, chegou aos sete pontos. No jogo, no entanto, a presença do defensor na partida gerou controvérsia, já que a Conmebol alega que havia comunicado sobre o gancho de três partidas decorrente da expulsão na partida contra o Nacional.

A defesa da Chape buscará mostrar que o clube foi "induzido ao erro", por problemas na troca de email entre a entidade e o departamento jurídico do Verdão. A defesa foi protocolada nesta segunda-feira, e o julgamento ainda não está marcado.

Autor do gol que deu esperanças ao campeão da Sul-Americana, Luiz Otávio não será utilizado na partida desta terça-feira.

No grupo 7, o time brasileiro está atrás do Nacional, que tem dez pontos, e do Lanús, que tem sete pontos. O Zulia, por sua vez, está na lanterna, com cinco pontos e segue com chances de avançar.

Para se classificar, a Chapecoense precisa da vitória, para não depender de qualquer resultado no jogo que será disputado no Uruguai, entre os dois primeiros colocados. Se chegarem aos dez pontos, os comandados por Vagner Mancini não poderão ser alcançados, pelo menos, por um dos times que aparecem nos dois primeiros potos.

Se bater o Zulia, e Nacional e Lanús ficarem no empate, o campeão da Copa Sul-Americana garantirá a liderança. Se empatar, será preciso torcer para que o time uruguaio leve a melhor em seu compromisso. Se perder, estará eliminado, provavelmente, na condição de último colocado do grupo.

Na partida que será disputada na Arena Condá, a Chape não poderá contar com o volante Moisés Ribeiro e o meia Dodô, ambos lesionados. Com isso, o setor de meio voltará a ser formado por Andrei Girotto, Luiz Antonio e João Pedro.

No gol, Jandrei se mantém como titular, depois de ganhar a posição do veterano Artur Moraes. Na defesa, ainda estarão Apodi, Douglas Grolli, Nathan e Reinaldo. Já o setor ofensivo será formado por Arthur, Rossi e Wellington Paulista.

O Zulia, que pode se classificar, se vencer o jogo, e o Nacional passar pelo Lanús, também está lutando nos tribunais, mas por causa de irregularidade no Campeonato Venezuelano, em que foi punido por escalar irregularmente quatro jogadores estrangeiros - número acima do permitido -, na vitória sobre o Deportivo Táchira por 2 a 0.

Para encarar a Chape, o time comandado por Daniel Farías não terá o meia César Gómez, que foi expulso durante o empate com o Nacional em 0 a 0. O argentino Sergio Unrein e o jovem Brayan Palmezano, de apenas 16 anos, disputam a posição no 11 inicial.



Prováveis escalações:.

Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Nathan e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio e João Pedro; Arthur, Rossi e Wellington Paulista. Técnico: Vágner Mancini.

Zulia: Vega; Rivillo, Plazas, Kambou, Cuevas e Cordero; Unrein (ou Palmezano), Moreno e Arango; Guaycochea e Orozco. Técnico: Daniel Farías.

Árbitro: Gustavo Murillo (Colômbia), auxiliado pelos compatriotas Alexander Guzmán e Cristian Da Cruz.

Estádio: Arena Condá, em Chapecó.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo