Topo

Esporte

Advogado afirma que Teixeira não tem informações sobre operação na Espanha

23/05/2017 12h17

Rio de Janeiro, 23 mai (EFE).- O ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira, acusado na operação realizada na Espanha que levou a prisão do ex-mandatário do Barcelona Sandro Rosell, não tem conhecimento do caso, conforme afirmou nesta terça-feira o advogado Michel Assef Filho à Agência Efe.

"Teixeira não sabia que era alvo de uma investigação na Espanha. Estamos tentando obter uma informação oficial sobre o assunto, porque tudo o que sabemos até agora é o que foi publicado na imprensa", garantiu a defesa do dirigente.

De acordo com Assef Filho, o presidente da CBF entre 1989 e 2012, está atualmente no Brasil, mas sem informação de qualquer ordem internacional de captura. O advogado garantiu que está buscando saber o motivo das citações na investigação na Espanha.

Hoje, Rosell foi preso em uma operação conjunta da Polícia Nacional e da Guarda Civil espanholas contra a lavagem de dinheiro. O ex-diretor da Nike no Brasil é acusado de desviar 15 milhões de euros (R$ 55,3 milhões) em valores relacionados a direitos de imagem da seleção brasileira

Segundo apontam os investigadores, O montante teria sido com Ricardo Teixeira e ocultado em Andorra.

Na ação, a mulher de Rosell também foi presa, além de mais outras três pessoas, também acusados de envolvimento com a fraude milionária.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte