Esporte

Na despedida do Calderón, Barça encara Alavés pela final da Copa do Rei

26/05/2017 13h01

Barcelona/Vitoria Gateiz, 26 mai (EFE).- Eliminado nas quartas de final da Liga dos Campeões e vice-campeão espanhol, após dois títulos seguidos, o Barcelona enfrentará o Alavés neste sábado, na final da Copa do Rei, e quer a vitória para encerrar a temporada em alta, enquanto o adversário irá em busca de uma conquista inédita.

O jogo marcará o adeus ao estádio Vicente Calderón, já que o proprietário do local, o Atlético de Madrid, terá uma nova casa a partir de agosto, o Wanda Metropolitano. Será também a última partida do técnico Luis Enrique à frente do time catalão.

O Barça é o "rei da Copa", com 28 taças, e disputará a decisão pela 39ª vez, a quarta consecutiva. O Alavés, por sua vez, quer seu primeiro título na elite do futebol espanhol em toda a história.

Em sua "saideira", Luis Enrique terá desfalques importantes, entre eles o lateral-direito Sergi Roberto e o atacante Luis Suárez, suspenso. O também lateral Aleix Vidal, o zagueiro Mathieu e o meia-atacante Rafinha, machucados, completam a lista de ausências.

Sem opções para a direita, o treinador improvisará Mascherano, com Piqué e Umtiti no miolo de zaga. No ataque, o trio deixa de ser "MSN" para se tornar "MAN", com Alcácer ao lado de Messi e Neymar. O goleiro será Cillessen, titular durante toda a campanha até a decisão.

A temporada do Barça não foi das melhores. Apesar do título da Supercopa da Espanha, foi presa fácil para a Juventus na 'Champions', depois de ter sofrido para passar pelo Paris Saint-Germain nas oitavas de final, e viu o Real Madrid quebrar um jejum de cinco anos sem títulos do Espanhol.

Se o time 'blaugrana' chega à final de cabeça baixa, o mesmo não pode se dizer do Alavés, que até hoje tem como maior feito de sua história o vice-campeonato da Copa da Uefa (atual Liga Europa) de 2001. Na ocasião, perdeu para o Liverpool na prorrogação, após empate em 4 a 4 no tempo normal em Dortmund.

Os 'Albiazules' não se deixaram levar pela euforia da classificação para a final. Embora tenham atingido com facilidade o principal objetivo na temporada, manter-se na elite, não tiraram o pé do acelerador na parte final da campanha e obtiveram o nono lugar.

O único desfalque para o treinador Manuel Pellegrino é o zagueiro Víctor Laguardia, lesionado. Por outro lado, o brasileiro naturalizado italiano Rodrigo Ely está recuperado de problemas físicos e ficará à disposição.

O apoio ao Alavés no Calderón não será pequeno. Quase 10% da população de Vitoria-Gasteiz, cidade onde o clube está sediado, cerca de 20 mil pessoas, se deslocarão para Madri para a partida deste sábado.



Prováveis escalações:.

Barcelona: Cillessen; Mascherano, Piqué, Umtiti e Alba; Busquets, Rakitic e Iniesta; Messi, Neymar e Alcácer. Técnico: Luis Enrique.

Alavés: Pacheco; Femenía, Alexis (ou Vigaray), Ely, Feddal e Theo; Llorente, García, Ibai e Méndez (ou Toquero); Deyverson. Técnico: Mauricio Pellegrino.

Árbitro: Carlos Clos Gómez, auxiliado por Raúl Cabañero Martínez e Diego Barbero Sevilla.

Estádio: Vicente Calderón, em Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo