Esporte

Dovizioso vence GP da Itália da MotoGP em dia de domínio dos pilotos da casa

04/06/2017 13h41

Mugello (Itália), 4 jun (EFE).- O italiano Andrea Dovizioso, da Ducati, venceu neste domingo o Grande Prêmio da Itália de MotoGP, desbancando o espanhol Maverick Viñales, da Yamaha, que chegou na segunda colocação e segue líder do Mundial da categoria.

O dia foi de muita festa para os torcedores, já que, além de subir ao topo do pódio na categoria principal, houve piloto da casa terminando na primeira posição na Moto2, no caso, Mattia Pasini, da Italtrans Kalex, e na Moto3, com Andrea Migno, da VR46 KTM.

Na MotoGP, Dovizioso conquistou uma vitória marcada pela superação, já que sofreu uma intoxição alimentar ontem, passou a noite em claro, chegando até a abrir mão de participar do warm-up, pela manhã, apenas fazendo simulação de largada.

Com o resultado deste domingo, o piloto italiano ainda sobe para a segunda colocação na tabela de classificação do Mundial, com 79 pontos, contra 105 de Viñales, que subiu ao pódio, assim como o italiano Danilo Petrucci, da Pramac Ducati, terceiro na prova.

Outro piloto da casa, Valentino Rossi, da Yamaha, terminou na quarta posição em Mugello, e com isso, passou a ser terceiro na tabela do campeonato, com 75 pontos.

Detentor do título da MotoGP, o espanhol Marc Márquez, da Honda, terminou na sexta colocação, chegando aos 68 pontos, se igualando ao compatriota e companheiro de equipe, Dani Pedrosa, que sofreu queda e abandonou a disputa.

Na Moto2, Pasini arrancou vitória na marra, ao superar na última volta o espanhol Alex Márquez, da Marc VDS Kalex, e o suíço Thomas Lüthi, da Intervetten Kalex, que chegaram na segunda e terceira colocações, respectivamente.

O ítalo-brasileiro Franco Morbidelli, também da Marc VDS Kalex, terminou a etapa na quarta colocação, com isso, chegou aos 113 pontos, se mantendo na liderança da competição. O vice-líder é Lüthi, com 100 pontos.

Na Moto3, Migno levou a melhor, com o compatriota Fabio Di Giannantonio, da Gresini Honda, chegando em segundo, e o espanhol Juanfran Guevara, da RBA Mahindra, em terceiro. Primeiro na tabela, o espanhol Joan Mir, da Leopard Honda, terminou em sétimo, mas segue folgado, com 108 pontos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo