Esporte

COI pode definir Paris e Los Angeles como sedes de 2024 e 2028 nesta sexta

AP Photo/Francois Mori
Torre Eiffel iluminada com as cores olímpicas pela candidatura de Paris aos Jogos de 2024 Imagem: AP Photo/Francois Mori

07/06/2017 06h00

Únicas candidatas a sediar os Jogos de 2024, Paris e Los Angeles receberam inesperadamente a notícia de que a derrotada no pleito poderá receber o evento esportivo em 2028, e agora aguardam um pronunciamento que será dado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) na sexta-feira.

O COI decidirá em Lausanne (Suíça), após várias reuniões que serão realizadas ao longo da semana, como desfazer o nó em que se viram as duas candidatas, obrigadas a improvisar uma campanha eleitoral de final incerto.

Após a desistência de três concorrentes aos Jogos de 2024, Hamburgo, Roma e Budapeste, a aparente perda de atratividade dos Jogos Olímpicos entre as cidades mais desenvolvidas levou o comitê internacional a cogitar desistir da concessão ao mesmo tempo das sedes de 2024 e 2028 para ganhar tempo e reformular com calma o processo de candidatura.

Os quatro vice-presidentes da entidade, o espanhol Juan Antonio Samaranch, o australiano John Coates, o chinês Yu Zaiqing e o turco Ugur Erdener, preparam um relatório a respeito que será apresentado nesta semana ao Comitê Executivo do COI.

Com o presidente Thomas Bach à frente, o órgão executivo da entidade decidirá na sexta-feira a saída para o labirinto entre três possibilidades:.

1. Sem mudanças: a sede de 2024 seria anunciada na sexta-feira, e a de 2028, apenas daqui a quatro anos.

Juan Antonio Samaranch disse à Agência Efe há uma semana que as regras do jogo só serão modificadas com o aval de Paris e Los Angeles. Se não houver acordo por ambas desejarem apostar todas as fichas em 2024, os integrantes do COI viajarão em setembro à Sessão de Lima para definir unicamente a sede desse ano e deixar a de 2028 para depois.

Isso obrigaria a perdedora a decidir se quer apresentar uma candidatura para 2028. Mas também abriria a porta a novas possíveis cidades interessadas. E Samaranch garantiu que não haveria escassez: seriam muitas e boas opções.

O presidente do Comitê Olímpico Russo, Alexander Zhukov, colocou lenha na fogueira ao dizer que seu país poderia "potencialmente" organizar os Jogos de 2028 em até quatro cidades: Moscou, São Petersburgo, Kazan e Sochi.

2. Serão escolhidas em Lima, no Peru, tanto as sedes de 2024 como 2028.

Se o COI decidir abordar o problema com uma medida radical, pode pedir a sua assembleia, primeiramente, que aprove a mudança de regras nesta sexta e, em setembro, defina qual receberá o evento em 2024 e qual terá a responsabilidade quatro anos depois.

A sensação geral é de que, nesse caso, os Jogos de 2024 aconteceriam à sombra da Torre Eiffel, e os de 2028 sob o sol da Califórnia.

A construção da Vila Olímpica de Paris na região de Saint-Denis não pode demorar quatro anos. Os apartamentos dos atletas depois se transformariam em moradias sociais, e sua entrega já está comprometida nos planos municipais para imediatamente após os Jogos Olímpicos de 2024.

Há outros aspectos que pesam a favor dessa ordem, como o centenário de Paris 1924 e a certeza de que em 2028 a presidência dos Estados Unidos já não será ocupada por Donald Trump.

3. Escolhe-se em Lima a sede dos Jogos de 2024 e se negocia com a candidatura derrotada condições vantajosas para 2028.

Essa saída ganha força conforme avançam as conversações. Levando-se em conta Paris como eleita para 2024, o próprio prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, sugeriu que há planos voltados para 2028.

"Meu sonho não é trazer os Jogos Olímpicos, mas proporcionar oportunidades gratuitas de fazer esporte para os jovens de todos os distritos de Los Angeles", disse Garcetti nesta semana, sugerindo que alguns planos de desenvolvimento a longo prazo poderiam mostrar que não seria tão grave esperar até 2028.

"Eles pediram às duas cidades que levem em conta que está sendo considerada a possibilidade de que uma sedie primeiro, e outra, logo depois", revelou.

Nessa possibilidade, a cidade perdedora na votação de Lima abriria uma negociação com o COI para ficar com a edição de 2028, sem concorrentes e sem que novas cidades entrassem no processo.

A sexta-feira mostrará um passo definitivo sobre a escolha, mas as duas cidades candidatas e os integrantes da assembleia olímpica se reunirão em 11 e 12 de julho para terminar de se conhecerem e fazerem apresentações em parceria. Será uma boa oportunidade para debater, consultar e votar remodelações regulamentares se a opção for, como se espera, a definição imediata das sedes de 2024 e 2028.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo