Esporte

Após vencer o Brasil, Sampaoli fará testes em novo amistoso da Argentina

12/06/2017 16h41

(Corrige o 17º parágrafo).

Redação Central, 12 jun (EFE).- O técnico da Argentina, Jorge Sampaoli, irá aproveitar o amistoso desta terça-feira contra Cingapura para fazer muitos testes em relação à equipe que venceu o Brasil por 1 a 0 na última sexta-feira.

O novo comandante da 'Albiceleste' não confirmou os titulares que entrarão em campo no Estádio Nacional de Cingapura, mas antecipou que fará oito modificações em relação ao time responsável pela primeira derrota de Tite no comando da seleção brasileira.

O principal desfalque é o craque Lionel Messi, que foi liberado por Sampaoli para preparar seu casamento com Antonella Roccuzzo, em cerimônia marcada para o próximo dia 30 de junho, em Rosario.

Também não estarão na partida por motivos pessoais o zagueiro Nicolás Otamendi, do Manchester City, e o atacante Gonzalo Higuaín, da Juventus. Mauro Icardi, destaque da Inter de Milão, não se recuperou totalmente de uma distensão muscular e é dúvida.

Dos 11 titulares que entraram em campo contra o Brasil, devem atuar apenas Lucas Biglia, Paulo Dybala e Ángel Di María. Por isso, Sampaoli usará o jogo contra Cingapura, que vem de derrota por 2 a 1 para Taiwan, para testar nomes como Manuel Lanzini e Joaquín Correa.

Já o Chile fará o último jogo de preparação antes da estreia na Copa das Confederações contra Camarões. A equipe de Juan Antonio Pizzi vai até a cidade de Cluj para enfrentar a Romênia.

Para o amistoso, Pizzi não poderá contar com o goleiro Claudio Bravo, que ainda se sente uma lesão e pode até perder o duelo contra Camarões, mas ganhará o reforço do meio-campista Marcelo Díaz, recuperado após apresentar evolução durante a última semana.

Em entrevista coletiva, Pizzi só quis confirmar que Johnny Herrera será o substituto de Bravo no time. Mas deu sinais de que a equipe que entrar em campo será a mesma da estreia.

"Vamos apresentar uma equipe que represente fielmente o que pretendemos", afirmou Pizzi.

O técnico do Chile também elogiou o adversário, apesar da derrota da Romênia para a Polônia por 3 a 0 nas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018. "É um adversário muito duro, que tem muita qualidade individual. Será um bom teste", ressaltou.

O primeiro adversário dos chilenos na Copa das Confederações terá como rival nesta terça-feira a Colômbia, em amistoso que será disputado em Getafe, na Espanha.

Com James Rodríguez, Juan Quadrado e Falcao García, a Colômbia empatou com a Espanha na última sexta-feira e quer vencer Camarões para fechar o período de amistosos com moral para a volta da disputa das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

Atualmente, a seleção de José Pekerman ocupa a vice-liderança do torneio, com 24 pontos, atrás apenas do Brasil, com 33. No entanto, Uruguai e Chile têm 23 pontos, e a Argentina vem logo atrás com 22.

Pekerman, porém, pode fazer alguns testes. Wilmar Barrios, que vem fazendo uma grande temporada no Boca Juniors, e José Izquierdo, que estreou contra a Espanha, devem aparecer no time.

O único desfalque certo é do zagueiro Oscar Murillo, que sente lesão e não vai se recuperar a tempo da partida, segundo Pekerman.

Já Camarões chega empolgada para a última partida antes da estreia na Copa das Confederações contra o Chile. Em partida pelas Eliminatórias para a Copa Africana de Nações, a equipe venceu Marrocos por 1 a 0, com gol de Vicent Aboubakar.

Quem fica fora do jogo é o zagueiro Ambroise Oyongo, do Montreal Impact, que sofreu uma ruptura do ligamento cruzado de um dos joelhos na partida contra o Marrocos.

Em outro amistoso desta terça-feira, o Peru, visando se recuperar nas Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial de 2018, enfrenta a Jamaica na cidade de Arequipa, no sul do país, depois de vitória por 1 a 0 sobre o Paraguai na última quinta-feira.

O técnico Ricardo Gareca já prometeu mudanças em relação aos titulares que entraram em campo no último triunfo. O goleiro Carlos Cáceda, do Universitario de Deportes, substituirá Pedro Gallese, Vera Cruz. Andy Corzo ganhará a vaga de Luis Advíncula, Pedro Aquino entrará no lugar de Renato Tapia e André Carrilo, que sofreu uma pancada na última partida, fica no banco para Andy Polo atuar.

A cidade de Arequipa, a 2.300 quilômetros acima do nível do mar, será um dos trunfos do Peru na sequência das Eliminatórias. O jogo desta terça-feira é um teste para a equipe no Estádio Monumental da Universidade Nacional de San Agustín, que será palco dos duelos contra Bolívia e Equador pelo torneio de classificação para a Copa.

Gareca, porém, já confirmou a presença do artilheiro Paolo Guerrero, e do lateral-esquerdo Miguel Trauco, ambos do Flamengo, e do atacante Christian Cueva, do São Paulo no time titular. Outro com passagem no Brasil que deve atuar é Yoshimar Yotún, ex-Vasco.

Quem também aproveita a data Fifa para realizar amistosos é o Equador, que enfrentará a seleção de El Salvador.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo