Esporte

Com direito a gol relâmpago, reservas do Brasil goleiam e passam em teste

13/06/2017 08h59

Melbourne (Austrália), 13 jun (EFE).- A seleção brasileira foi aprovada no dia de testes do técnico Tite, que fez oito mudanças com relação na equipe que perdeu para a Argentina, e goleou nesta terça-feira a Austrália por 4 a 0, em Melbourne, com direito a gol relâmpago.

O placar do duelo foi aberto pelo atacante Diego Souza, que balançou as redes ainda aos 10 segundos do primeiro tempo. Em vantagem, mas sentindo a falta de entrosamento, os comandados por Tite demoraram a se encontrar no jogo, mas não chegaram a sofrer pressão dos 'Socceroos'.

Na etapa complementar, com o duelo já mais frio, em que as duas equipes procuravam menos o ataque, Thiago Silva, o jogador mais experiente do elenco que viajou para a Austrália, marcou de cabeça aos 17 minutos. Pouco depois, aos 29, Taison, que havia saído do banco, também balançou as redes.

Nos acréscimos do segundo tempo, Diego Souza voltou a mostrar estrela e marcou mais uma vez, de cabeça, após cobrança de escanteio executada por Willian, que começou hoje na reserva.

O próximo compromisso da seleção será no dia 31 de agosto, já após o fim das férias dos clubes europeus, o que garantirá força máxima ao time. O adversário será o Equador, pelas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo. A CBF confirmou hoje que a partida acontecerá na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Os anfitriões do amistoso, por sua vez, têm agora pela frente a Copa das Confederações. Na próxima segunda-feira, os 'Socceroos' estrearão no torneio, encarando a Alemanha, em Sochi, pela primeira rodada do grupo B, que ainda tem Camarões e Chile.

Para o jogo, Tite fez oito mudanças com relação ao time derrotado para a Argentina por 1 a 0. A única forçada foi a entrada de Diego Souza no lugar de Gabriel Jesus, que fraturou o rosto após choque com o zagueiro Nicolás Otamendi. Outra atração é a primeira vez de David Luiz como titular com o técnico, mas atuando como volante.

A Austrália também aproveitou para testar, atuando com time diferente da que bateu a Arábia Saudita por 3 a 2, pelas Eliminatórias. A maior novidade foi o veterano Tim Cahill, que se isolou como segundo jogador com mais presenças pela seleção, com 97, ficando atrás do ex-goleiro Mark Schwarzer, que fez 109 partidas.

Com a bola rolando, o camisa 4 dos 'Socceroos' sequer teve tempo de comemorar a marca, já que o Brasil balançou as redes ainda com dez segundos de jogo. Logo na saída de bola, o zagueiro Sainsbury entregou a bola no pé de Giuliano, que serviu para Diego Souza bater cruzado e estufar as redes, vencendo o goleiro Langerak.

Apesar da expectativa, os pentacampeões mundiais não deram sequência ao início avassalador, devido ao esperado desentrosamento da equipe, que já havia sido antecipado por Tite ao divulgar a escalação. Os australianos se aproveitaram, avançando as linhas e tentando pressionar os visitantes.

Os donos da casa mostravam dificuldades para ameaçar, enquanto o Brasil ia tentando encaixar o melhor jogo. Aos 28, David Luiz fez a jogada e acionou Diego Souza, que deu leve toque para vencer Langerak outra vez e marcar. A arbitragem comandada pelo inglês Mark Clattenburg, no entanto, marcou impedimento do atacante do Sport.

Em nova boa ação do primeiro classificado em campo para a Copa do Mundo da Rússia, Alex Sandro cruzou da esquerda, o centroavante da seleção ajeitou com muito estilo para Paulinho, que não conseguiu finalizar bem para o gol.

No segundo tempo, a seleção brasileira mostrou disposição de voltar a balançar as redes rapidamente. Em boa jogada aos 2 minutos, Philippe Coutinho serviu o lateral-esquerdo da Juventus, que soltou a bomba, mas sem acertar o alvo.

O gol só saiu aos 17, em blitz que começou com escanteio cobrado na direita por Coutinho, em que David Luiz finalizou de cabeça no travessão. A bola sobrou no segundo pau para Rodrigo Caio, que ajeitou para o meio da área, onde Thiago Silva subiu alto e mandou para as redes.

Aos 26, Willian, que havia acabado de entrar no lugar de Philippe Coutinho, disparou pela direita e acertou cruzamento na medida para Diego Souza, que emendou finalização de primeira, só parando em ótima defesa de Langerak.

Outro jogador que entrou no decorrer do segundo tempo, o meia-atacante Taison fez o terceiro aos 29, depois de jogada iniciada por Willian, que ainda teve um belo passe de calcanhar de Paulinho. O jogador do Shakhtar Donetsk bateu cruzado e depois chorou na comemoração.

No decorrer do segundo tempo, Tite queimou todas as seis alterações a que tinha direito, inclusive colocando em campo o zagueiro Jemerson e o meia Rodriguinho, que ainda não entraram em campo até então nesta "turnê" da seleção na Austrália.

Com isso, o único convocado que não atuou nas duas partidas foi o goleiro Ederson, que acaba de trocar o Benfica pelo Manchester City, já que o titular contra a Argentina foi Weverton e Diego Alves atuou nesta terça-feira.

Nos instantes finais, a seleção brasileira ainda conseguiu transformar a vitória em goleada. Após escanteio da esquerda cobrado por Willian, Diego Souza subiu mais alto que a zaga australiana e testou para o fundo das redes.



Ficha técnica:.

Austrália: Langerak; Degenek, Sainsbury (Irvine) e Wright (McGowan); Luongo (Mooy), Milligan, Leckie, Kruse (Hrustic), Troisi (Rogic) e Behich; Cahill (Mclaren). Técnico: Ange Postecoglou.

Brasil: Diego Alves, Rafinha, Thiago Silva (Jemerson), Rodrigo Caio e Alex Sandro; David Luiz (Fernandinho), Paulinho (Renato Augusto), Philippe Coutinho (Willian), Giuliano (Rodriguinho) e Douglas Costa (Taison); Diego Souza. Técnico: Tite.

Árbitro: Mark Clattenburg (Inglaterra), auxiliado pelos compatriotas Ion Hussin e Gary Bswisk.

Gols: Diego Souza (2), Thiago Silva e Taison (Brasil).

Estádio: Melbourne Cricket Ground, em Melbourne (Austrália).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo